Liga Europa

Caso Matheus não abala a ambição do Rio Ave

Caso Matheus não abala a ambição do Rio Ave

O defesa brasileiro está suspenso internamente, por se ter recusado a defrontar o Vitória de Guimarães. Mas os vila-condenses mantêm a confiança em alta e querem derrotar o Milan, no play-off da Liga Europa

O Rio Ave respira otimismo, para o decisivo jogo de acesso à fase de grupos, da segunda prova europeia de clubes. O play-off está marcado para esta quinta-feira (20 horas), em Vila do Conde, frente ao histórico AC Milan e nem o recente Caso Matheus Reis abala a ambição rioavista.

"Não tocou em nada [com o grupo]. É uma questão a ser resolvida internamente e o presidente saberá o que vai fazer", disse o avançado Bruno Moreira, na antevisão do jogo com os italianos.

A suspensão do lateral esquerdo, que no último domingo se recusou a defrontar o Vitória de Guimarães e foi suspenso pelo clube vila-condense, mereceu já a reprovação pública do presidente António Silva Campos, mas o plantel garante estar em condições de dar uma resposta favorável e manter a toada vitoriosa nas competições europeias, que já valeu duas qualificações.

"O presidente já falou tudo o que tinha a falar sobre este caso", frisou Augusto Gama, técnico adjunto do Rio Ave, que também abordou a receção aos transalpinos, dado que Mário Silva, treinador principal, não está habilitado a dirigir a equipa, nas provas da UEFA e não pode falar à imprensa.

A equipa, é certo, vai procurar eliminar o gigante italiano. "Seria um feito histórico", admitiu Augusto Gama, lembrando que, em três tentativas anteriores nos últimos seis anos, só por uma vez (2014/15) o Rio Ave alcançou a fase de grupos.

"É um sonho assumido. O Milan é uma excelente equipa, mas sabemos que temos capacidade para vencer", realçou Bruno Moreira.

Outras Notícias