Premium

Casos polémicos reabrem guerra entre F. C. Porto e Benfica

Casos polémicos reabrem guerra entre F. C. Porto e Benfica

A 31.ª jornada da Liga, que deixou o Benfica com dois pontos de vantagem sobre o F. C. Porto na luta pelo título, fez estalar de vez o verniz entre os dois candidatos à primazia no futebol português.

Após dois jogos com muitos casos, em que as águias ganharam em Braga e os portistas empataram em Vila do Conde, sucederam-se pedidos de reunião à FPF e ao Conselho de Arbitragem, primeiro com origem no Dragão e a seguir na Luz, um dia depois de o Braga abrir as hostilidades, com um comunicado sobre a "falência do setor", responsabilizando-o por um "campeonato desvirtuado".

O F. C. Porto pretende ver analisados "os erros crassos das equipas de arbitragem [...] que colocam em causa a verdade desportiva desta edição da Liga e a bem intencionada introdução do VAR", recordando os "cinco erros gravíssimos que inverteram a atual classificação do campeonato" (ver quadro). O Benfica não demorou a reagir e, numa nota oficial, sublinhou a "gravidade das acusações e insinuações proferidas" nos comunicados de bracarenses e portistas.