Brasil

Centro de treinos não tinha certificado contra incêndios

Centro de treinos não tinha certificado contra incêndios

Os bombeiros revelaram que o centro de treinos do Flamengo não tinha certificado contra incêndios e a prefeitura do Rio de Janeiro informou que a zona dos dormitórios tinha licenciamento apenas para parque de estacionamento.

O centro de treinos do Flamengo não tinha o certificado contra incêndios, que atesta que a instalação dos equipamentos vai de encontro à legislação. A informação foi avançada pelos bombeiros do Rio de Janeiro, embora isso não signifique que o local não tivesse meios para combater o incêndio que aconteceu esta sexta-feira.

"É importante esclarecer que a não existência do Certificado de Aprovação não significa, por si só, que o local não possuía os dispositivos, e sim que não era aprovado pelos bombeiros militares do Rio de Janeiro", informou a corporação.

Além disso, o alojamento para os atletas da formação do Flamengo tinha apenas permissão da prefeitura do Rio de Janeiro para funcionar somente como parque de estacionamento. A informação foi confirmada num comunicado pela prefeitura, revelando que não havia nenhum pedido de licenciamento para dormitórios.

Recorde-se que o incêndio desta sexta-feira matou dez pessoas, havendo ainda mais três feridos que foram transportados para o hospital, estando nesta altura estáveis.

Entretanto, o clube já agradeceu as muitas mensagens de apoio que recebeu de todos os pontos do Mundo, numa altura em que as homenagens às vítimas têm aumentado junto ao centro de treinos do Flamengo.