Desporto

Cinco portugueses no onze ideal do Europeu

Cinco portugueses no onze ideal do Europeu

Os portugueses José Sá, Raphael Guerreiro, William Carvalho, Bernardo Silva e Ivan Cavaleiro integram o onze ideal do Campeonato da Europa de futebol de sub-21, no qual a vencedora Suécia coloca três jogadores.

A seleção de Portugal, que na terça-feira perdeu a final frente aos suecos no desempate nas grandes penalidades (4-3), é a mais representada na equipa escolhida pelos observadores técnicos do organismo que rege o futebol europeu.

À frente de José Sá, guarda-redes do Marítimo, os especialistas colocam dois suecos, o lateral-direito do Benfica Victor Lindelöf e o central Filipe Helander (Malmö), ao lado do dinamarquês Jannik Vestergaard (Werder Bremen/Ale), enquanto o defesa do Lorient Raphael Guerreiro ocupa o lado esquerdo.

O médio do Sporting William Carvalho, que foi eleito o melhor jogador da competição, apesar de ter falhado a grande penalidade decisiva, divide o meio-campo defensivo com o sueco Oscar Lewicki (Malmö).

Atrás do avançado alemão Kevin Volland (Hoffenheim), autor de dois golos na competição, surgem mais dois portugueses, casos do extremo do Benfica Ivan Cavaleiro e o 'criativo' do Mónaco Bernardo Silva, fazendo um trio com o inglês Nathan Redmond (Norwich City/Ing).

O avançado checo do Estugarda Jan Kliment foi o melhor marcador do Europeu, com três golos, mais um do que Volland e do que o italiano Marco Benassi (Torino), os suecos Simon Tibbling (Groningen/Hol), John Guidetti (Celtic Glasgow/Esc) e o português João Mário (Sporting).

Onze ideal do Europeu sub-21:

José Sá (Portugal), Victor Lindelöf (Suécia), Filipe Helander (Suécia), Jannik Vestergaard (Dinamarca), Raphael Guerreiro (Portugal), William Carvalho (Portugal), Oscar Lewicki (Suécia), Nathan Redmond (Inglaterra), Bernardo Silva (Portugal), Ivan Cavaleiro (Portugal) e Kevin Volland (Alemanha).