Premium

Clima de guerrilha entre Benfica e F. C. Porto à prova no Jamor

Clima de guerrilha entre Benfica e F. C. Porto à prova no Jamor

Mesmo que o jogo seja só daqui a mais de três meses, a final entre Benfica e F. C. Porto, a disputar no Estádio Nacional, a 24 de maio, já deixa antever um duelo escaldante, dentro e fora das quatro linhas.

Além da habitual contestação quanto ao local, por o Jamor não ser um estádio moderno, o clima de guerrilha entre rivais faz prever um encontro de altíssimo risco, quanto à segurança. De resto, no dia a seguir ao apuramento do F. C. Porto, imitando o Benfica, que se havia qualificado na véspera, os dois clubes já começaram a contar espingardas. "A final do Estádio de Oeiras só acontece daqui a mais de três meses, mas a tanta distância já está ferida na verdade desportiva. O adversário do F. C. Porto será o Benfica, e não, como seria justo, o Famalicão", escreveu o F. C. Porto, no "Dragões Diário".

"Os encarnados, recorde-se, beneficiaram de vários erros graves de arbitragem para se qualificarem, ao ponto de um dos golos decisivos da eliminatória ter sido marcado por um jogador que antes deveria ter sido expulso (Gabriel)", lê-se ainda na newsletter.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG