Premium

Clubes da LigaPro perdem 60 mil euros por mês

Clubes da LigaPro perdem 60 mil euros por mês

Falha de verbas devido à ausência de transmissões televisivas e de apostas desportivas causa mossa nos orçamentos. Lay-off e redução de salários são alguns dos cenários em cima da mesa.

Com 10 jornadas por disputar e muita coisa por decidir, a LigaPro vive dias de incerteza, à semelhança das competições que, neste momento, estão suspensas por quase todo o Mundo. Tratando-se de um campeonato do segundo escalão, onde as receitas são menores, os clubes sentem ainda mais dificuldades para responder aos problemas motivados pela pandemia de Covid-19.

Ao que o JN apurou, esta paragem implica, pelo menos, uma perda de receita bruta de 60 mil euros à generalidade dos clubes, que deveriam receber, até ao final de março, uma tranche pelos direitos de transmissão televisiva (45 mil euros) e apostas desportivas (média de 15 mil euros). Acresce a esta situação a perda de bilheteira, embora na LigaPro não seja o dado mais relevante, e a debandada dos patrocinadores. "Se não houver apoios ou não for possível o lay-off, estará em causa a sobrevivência de quase todos os clubes. A redução de salários pode acontecer. Isto vai doer a todos", diz ao JN fonte de um clube do segundo escalão.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG