F. C. Porto

Conceição: "Até preparámos os penáltis"

Conceição: "Até preparámos os penáltis"

O treinador do F. C. Porto espera muitas dificuldades em Vizela, esta quarta-feira (20.45 horas), em jogo dos quartos-de-final da Taça de Portugal, reconhecendo que a goleada (0-4), no mesmo palco para o campeonato, não dá quaisquer garantias de sucesso.

"São competições e jogos completamente diferentes. Pode-se falar do comportamento do Vizela, que tem sido uma equipa positiva e está a fazer um campeonato razoável, com uma equipa técnica conhecedora. Espera-nos um jogo difícil, num período que não é fácil, pelo que atravessamos [covid-19], mas também pelas lesões que não nos permitem estar na máxima força, analisou Sérgio Conceição.

O facto de o Vizela ter eliminado o Braga, depois de também ter perdido com os arsenalistas no campeonato, dá ainda mais certeza à convicção do treinador: "É exatamente isso. Foram jogos diferentes, com desfechos diferentes. Esperamos grau de dificuldade superior, até porque tudo pode acontecer num jogo a eliminar se nós não estivermos no máximo. Se estivermos ao nosso nível, as coisas podem ir de encontro ao que queremos, que é o apuramento".

Para tentar fazer valer o favoritismo dos dragões, Sérgio Conceição não deixou nada ao acaso na preparação da visita ao Minho. "O Vizela tem alma e uma identidade muito própria, com adeptos apaixonados pelo clube. O nosso trabalho foi o de sempre, percebendo que a história vai ser diferente da do campeonato. Até preparámos os penáltis, porque podem acontecer. Estamos alertados e prova disso é o facto de termos trabalhado um possível prolongamento e penáltis. Respeito máximo pelo Vizela, mas queremos muito passar", afirmou.

Depois da reviravolta no Estoril, na última ronda do campeonato, Conceição lembrou que as equipas grandes têm de estar "preparadas para jogar de três em três ou quatro em quatro dias", admitindo, porém, que o F. C. Porto está mais "limitado" devido às lesões, e que nenhum dos atletas entregues ao departamento médico recupera a tempo do jogo de quarta-feira.

"Perguntem ao Mourinho"

Com Sérgio Oliveira perto de rumar à AS Roma, Conceição lembrou que não tem de ser ele a falar do mercado de transferências. "Se está preparado para a Roma, isso têm de perguntar ao Tiago Pinto [diretor-desportivo da formação italiana] ou ao José Mourinho, porque foram eles que falaram, ou então à direção do F. C. Porto. Tem contrato com o clube", reiterou.

PUB

O técnico assumiu, ainda, que ainda não é seguro que Renzo Saravia volte a jogar de dragão ao peito. "É para avaliar, até porque não acredito que tenha tido uma grande evolução, no plano defensivo, no futebol brasileiro. Temos de o preparar", admitiu, lembrando que Fernando Andrade não tem contrato com os azuis e brancos e que se limita a recuperar de lesão nas instalações do clube.

Conceição voltou a falar da homenagem de que foi alvo por parte do F. C. Porto, que lhe ofereceu uma estátua no museu. "Nem sei o que dizer acerca disso. Não é o momento de falar disso antes de uma eliminatória tão importante e depois de um triunfo como o do Estoril. Com muito carinho que tenha pela homenagem que me foi feita, digo-lhes tinha mais gosto que [a estátua] estivesse no museu pessoal do presidente do que na do clube".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG