F. C. Porto

Conceição e o VAR: "Sentado numa cadeira consegue perfeitamente ver penálti"

Conceição e o VAR: "Sentado numa cadeira consegue perfeitamente ver penálti"

O treinador do F. C. Porto, Sérgio Conceição, considerou "justíssimo" o triunfo sobre o Vitória de Guimarães, por 1-0, esta noite de quinta-feira, em jogo da 28.ª jornada da Liga, salientando que a equipa poderia ter marcado mais golos.

"A primeira parte não foi boa, apesar de tentarmos. No nosso início de construção, muita gente baixa, esticávamos o jogo demasiado cedo, perdíamos depois esse duelo ou segunda bola e a equipa tinha constantemente dificuldade, não pelas ocasiões criadas pelo adversário, mas em controlar o jogo. A partir do momento em que retificamos algumas coisas ao intervalo, o jogo teve só um sentido. Tivemos oportunidades para fazermos mais do que um golo, estando muito bem nas nossas saídas e a encontrar o espaço", analisou o técnico azul e branco.

E prosseguiu sobre a exibição: "Penso que foi uma segunda parte de acordo como tínhamos preparado o jogo. Obviamente, temos de dar o mérito ao Vitória pela sua organização defensiva, principalmente nesses primeiros 45 minutos. Mas fomos uns justíssimos vencedores, não com grande espetacularidade, mas foi justa a vitória e podíamos ter feito mais um ou outro golo".

Sérgio Conceição aponta à equipa alguma falta de paciência. "Chegávamos com facilidade aos corredores laterais, mas na área tínhamos um ou dois jogadores para seis ou sete do Vitória, devíamos ter mais paciência até encontrar o espaço que queríamos, que encontrámos na segunda parte. Não fomos eficazes na definição do último passe, não estivemos bem, é verdade. Estivemos sempre seguros defensivamente, tirando uma situação, estivemos sempre atentos às saídas rápidas do Vitória. A partir do momento que controlámos, com bola, criámos algumas ocasiões, cinco ou seis para fazer golo", anotou o treinador do F. C. Porto.

Apesar do triunfo, o técnico dos dragões apontou o dedo ao VAR. E justificou: "Naqueles lances em que deve haver intervenção do VAR, não estão a cair para o nosso lado, estou a lembrar-me deste lance final, do Francisco [Conceição], há um desvio claro com o braço, acredito que seja difícil para o árbitro ver, mas quem está sentado numa cadeira consegue ver perfeitamente que é penálti. No lance do Nanu é livre e depois dentro da área não é penálti".

"Estamos a caminhar para o final do campeonato e é muito importante que todas as equipas estejam bem. Quando equipa de arbitragem não está bem, há quem os ajude. Não sabemos o que vai acontecer a seguir. Num último lance, numa bola para a frente, não sabemos se o Vitória não pode empatar numa situação que não estamos à espera. E esses pontos são importantes na definição dos nossos objetivos, que é ser campeão, que acreditamos ainda ser possível. É importante que toda a gente esteja bem e sóbria para esta ponta final do campeonato, para que seja definido dentro das quatro linhas", finalizou.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG