Liga

Conceição leva o "abre-latas" de casa e tira a tampa no fim

Conceição leva o "abre-latas" de casa e tira a tampa no fim

F. C. Porto chega à vitória nas compensações com penálti de Otávio. Francisco entra e volta a agitar o jogo, tal como tinha feito com o Boavista. Dragão está vivo.

É poético e tentador, porque dificilmente alguém fica indiferente à relação entre pai e filho, mas a verdade é que, tal como já tinha acontecido com o Boavista, Francisco Conceição foi a "arma secreta" lançada pelo pai e treinador, Sérgio Conceição, e correspondeu em pleno. O jovem prodígio, 18 anos, funcionou como "abre-latas" e cavou o penálti (falta imprudente de Rúben Macedo) que permitiu a Otávio fazer o 1-2, nas compensações, e colocar o F. C. Porto novamente a 10 pontos do líder Sporting, antes do clássico do próximo no sábado, no Dragão.

Na "peróla do Atlântico", o F. C. Porto sentiu as dificuldades tradicionais para dobrar um Marítimo que, por esta altura, carrega o fardo da "lanterna-vermelha". Na segunda parte, Conceição teve de mudar o "chip" para furar a organização contrária e lançou o trunfo que levou de casa para a Madeira, Francisco Conceição. O extremo, a par de Otávio, entrou muito bem, cheio de intenção, e a aposta do técnico, no jogo 200 no banco portista, deu "jackpot".

O F. C. Porto chega à vitória no tempo extra, num jogo em que dominou mas que também sofreu sustos e, mais uma vez, contou com um super Marchesín. Foi o guarda-redes argentino que, na reta final, impediu, por duas vezes, uma delas com a ajuda do poste (cabeceamento de Zainadine), que o Marítimo passasse para a frente do marcador.

Depois do brilharete com a Juventus, na Champions, o F. C. Porto até marcou cedo, por Uribe, numa jogada de insistência e um bom remate do colombiano, mas, logo a seguir, permitiu o empate, na sequência de um pontapé de canto. O lance ainda foi anulado, mas o VAR validou a posição legal (90 cm) de Leo Andrade.
O jogo foi sempre feito de muitos duelos e bolas divididas (39 faltas) e o F. C. Porto foi algo previsível até à entrada de Francisco. O miúdo promete.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG