F. C. Porto

Conceição: "Podem meter os processos que quiserem, vou continuar a falar"

Conceição: "Podem meter os processos que quiserem, vou continuar a falar"

No rescaldo do jogo com o Boavista, o treinador do F. C. Porto deixou críticas à arbitragem e afirmou que há "falta de caráter" no futebol português.

Após a eliminação na Taça da Liga, diante do Santa Clara, o F. C. Porto regressou aos triunfos, este sábado, diante do Boavista, num jogo em que Sérgio Conceição considerou que a equipa azul e branca fez "um trabalho completo".

"Acho que fizemos um trabalho completo. Em todos os momentos do jogo fomos fortes, criámos muitas dificuldades ao Boavista. Fizemos o 1-0, podíamos ter feito o 2-0 e ficar a jogar em superioridade numérica. Depois, o Boavista marcou mas fomos com muita qualidade à procura do golo. Surgiram quatro, mas podiam ter surgido mais. Estivemos muito fortes, muitas situações em que metemos o Boavista desconfortável. Sabíamos qual era o comportamento da linha defensiva do Boavista, mas o segredo esteve no descobrir dos espaços para isolar os jogadores", começou por dizer o treinador dos dragões.

Na segunda parte, Conceição optou por tirar Taremi do jogo, depois do atleta, já com um cartão amarelo, se ter queixado de te sofrido uma grande penalidade. "É uma vergonha", disse o técnico ainda no relvado. Já na zona de entrevistas rápidas, o treinador deixou críticas à arbitragem.

"Taremi? É uma questão de gestão. O que posso dizer? O Taremi podia estar aqui o jogo todo e mais dois ou três e iria ser difícil. Ele sofreu duas faltas e podiam ter sido assinaladas muitas mais. Eu já disse o que tinha a dizer, não me sinto condicionado. Não percebo este ambiente que se criou em torno de dois ou três jogadores do F. C. Porto. Isto é o futebol português, acho que há muita falta de caráter, corporativismo a mais em alguns setores, não me revejo. Não vou cansar de falar. Podem-me meter os processos que quiserem, vou continuar a falar de forma direta, frontal", concluiu.

PUB

O F. C. Porto venceu (4-1), este sábado, no Estádio do Dragão, o Boavista na décima jornada da Liga. Evanílson bisou e foi o destaque do jogo. Luis Díaz e Hamache e Loader, que se estreou pela equipa principal, também marcaram. Com este resultado, o clube azul e branco, que vai em 38 jogos sem perder no campeonato (29 vitórias e nove empates), passou para a liderança do campeonato a somar 26 pontos, contra 24 do Benfica e 23 do Sporting, que ainda jogam este sábado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG