Liga Europa

Conheça ao pormenor os adversários de F. C. Porto e Braga

Conheça ao pormenor os adversários de F. C. Porto e Braga

Dragões enfrentam o Lyon enquanto os minhotos disputam o acesso à fase seguinte com o Mónaco.

O sorteio dos oitavos de final da Liga Europa realizou-se esta sexta-feira e colocou dois clubes que jogam a liga francesa na rota portuguesa. O F. C. Porto vai medir forças com o Lyon, equipa que defrontou e venceu (5-3) na pré-época, e o Braga tem um embate contra o Mónaco, que recentemente mudou de treinador.

Lyon

Os franceses estão na primeira temporada sob comando de Peter Bosz e realizam uma época um pouco abaixo das expectativas, tendo sido algo inconstantes nos resultados obtidos e estando no oitavo lugar da Liga francesa. Na Liga Europa a equipa até está bem: venceu cinco jogos e empatou um, estando invicta até ao momento. O Lyon tem o melhor marcador da prova no plantel, o avançado Toko-Ekambi que já leva seis golos. O conjunto é ainda o melhor ataque da competição, entre as equipas que a iniciaram, somando 16 golos.

Antes de defrontar o F. C. Porto o Lyon vai enfrentar o Lille e o Lorient, sendo que a equipa de Renato Sanches é, em teoria, o adversário mais complicado.

O Lyon tem um plantel cheio de talento, que por vezes parece não conseguir retirar o melhor dele. No mercado de transferências de janeiro, perderam Bruno Guimarães, Slimani e Shaqiri, mas a equipa continua forte. A baliza é guardada pelo português Anthony Lopes; o meio campo comandado por Lucas Paquetá, Aouar, Ndombelé, Caqueret; o ataque é liderado por Toko-Ekambi e Moussa Dembelé e ainda há o jovem talento Ryan Cherki.

PUB

Onze base: Anthony Lopes; Dubois, Thiago Mendes, Lukeba, Emerson; Aouar, Ndombelé, Faivre, Lucas Paquetá, Toko-Ekambi e Moussa Dembelé.

Apesar de ter um plantel bem composto, o Lyon não é das equipas mais constantes a nível exibicional e poderá ser um adversário interessante para a formação de Sérgio Conceição, tendo em conta a qualidade que os dragões mostram anualmente nas competições europeias.

Mónaco

É uma das boas equipas da Liga francesa, estando no sexto lugar do campeonato, mas também tem passado por períodos de alguma inconsistência. O Mónaco despediu Nico Kovac no início de janeiro e confiou em Philippe Clément para liderar o clube do Principado, que até agora tem quatro vitórias em oito jogos.

Os monegascos têm três vitórias e três empates na Liga Europa, mas o calendário não é muito favorável para a equipa. Antes de defrontar o Braga (dia 10 de março) a formação onde joga Gelson Martins defronta o Reims este fim de semana; disputa um lugar na Taça de França contra o Nantes (dia 2) e desloca-se a Marselha no dia 6, uma série de jogos e decisões importantes antes de vir ao Minho.

O Mónaco tem um forte talento ofensivo. A partir de trás o médio Tchouameni comanda as tropas e organiza o processo atacante, enquanto Diop, Gelson Martins, Volland e Ben Yedder são as setas apontadas à baliza adversária. Ben Yedder é o melhor marcador da equipa com 21 golos, seguindo-se o alemão Kevin Volland com 11.

Onze base: Nubel; Sidibé, Disasi, Maripán, Caio Henrique; Tchouameni, Gelson Martins, Jean Lucas, Volland, Diop e Ben Yedder.

A deslocação do Mónaco até Braga será o regresso de alguns portugueses a palcos já conhecidos. É o caso de Gelson Martins, extremo que representou o Sporting; Pelé, antigo médio do Rio Ave e Tiago Ribeiro, jovem formado no F. C. Porto.

As capacidades ofensivas do Mónaco poderão causar alguns estragos na defesa bracarense, dado também ao talento que existe na equipa francesa. No entanto, a qualidade do Braga em posse de bola poderá ser uma arma interessante a explorar, assim como algumas debilidades defensivas do clube do principado, que ainda está a disputar os primeiros jogos com o novo treinador.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG