Liga Europa

Corrida aos bilhetes para Amesterdão no Estádio da Luz

Corrida aos bilhetes para Amesterdão no Estádio da Luz

A presença do Benfica na final da Liga Europa, 23 anos depois da sua última final europeia, provocou, esta segunda-feira, uma corrida às bilheteiras do Estádio da Luz, no primeiro dia de venda de ingressos para o jogo de Amesterdão frente ao Chelsea.

A meio da manhã já existia uma fila de acesso à venda no interior do recinto, com a aquisição inicial destinada apenas a sócios fundadores do clube, que mediante apresentação de cartão podiam levantar um "voucher" para a final de 15 de maio, com o Chelsea.

"Este é o espírito benfiquista", disse em declarações à agência Lusa João Campos, um estudante de 25 anos, que comprou bilhete, mas ainda procura alternativas para viajar até Amesterdão, agora que os bilhetes de avião estão mais caros.

João Campos não tem memória da última final do Benfica, em 1990 com o AC Milan na Liga dos Campeões (derrota por 1-0), por ainda ser muito novo, mas disse estar otimista para esta Liga Europa, com os "encarnados" a apurarem-se após eliminarem o Fenerbahçe.

O Benfica teve direito a 9807 bilhetes, tantos quanto o Chelsea, com valores de 40, 70, 100 e 135 euros.

Esta segunda-feira, os ingressos destinam-se apenas a sócios fundadores, num total de 3794, e na terça-feira começam à venda os destinados a "red pass" e "centenarium" (cerca de 1200) e que, tal como os fundadores, têm direito a todos os jogos na Luz.

Na quarta-feira a venda já se dirigirá a todos os sócios do clube com "red pass", o cartão de sócio que inclui os jogos da Liga Portuguesa, e que deverá ainda contemplar cerca de 4800 associados.

"Vou esperar até quarta-feira, a ver se consigo um bilhete", revelou o sócio Américo Mineiro, de 67 anos, que não teve hipótese de adquirir o ingresso, por não ser sócio fundador.

Com o Chelsea, o Benfica disputará a nona final da sua história, num registo em que apenas venceu por duas vezes: nas finais de 1961 e 1962 da Taça dos Clubes Campeões Europeus, com FC Barcelona (3-2) e com Real Madrid (5-3).

Esta será a primeira final da Liga Europa, embora os "encarnados" tenham estado na final da então designada Taça UEFA, a duas mãos, e na qual saíram derrotados pelo Anderlecht (derrota 1-0 fora e 1-1 em casa).