Futebol

Craig Bellamy abandona Anderlecht para cuidar da saúde mental

Craig Bellamy abandona Anderlecht para cuidar da saúde mental

O antigo jogador de futebol galês Craig Bellamy vai abandonar o cargo de treinador adjunto do Anderlecht, para dar prioridade à sua saúde mental, depois de já ter enfrentado uma depressão no passado.

Craig Bellamy tinha-se juntado ao antigo colega de equipa Vicent Kompany como treinador adjunto dos belgas do Anderlecht. No entanto, uns meses depois de estar ao comando da equipa, o galês vai afastar-se para priorizar e cuidar da sua saúde mental, comunicou o clube.

"A energia que o Craig nos deu é impagável. Por isso, é lógico que devemos dar-lhe o tempo e descanso que precisa. Todo o clube está com ele neste período difícil", referiu Peter Verbeke, diretor desportivo do Anderlecht. Bellamy comunicou aos jogadores a sua decisão, após a vitória frente ao Mechelen no domingo. Jeremy Doku e Mario Stroeykens, demonstraram nas redes sociais apoio ao antigo avançado.

No passado, Craig Bellamy já tinha falado sobre questões de saúde mental, tendo revelado que passou por um período difícil enquanto jogador. Explicou que, devido às lesões que teve, era muito difícil estar num estado psicológico positivo e que se sentia deprimido durante este período.

PUB

"Durante a minha carreira, a minha depressão era pior, muito pior, no lado emocional. Eu vinha para casa e não falava durante três dias. Tinha mulher e uma família jovem e literalmente não falava. Fechava-me num quarto e ia para a cama sozinho. Era a única forma que conseguia lidar com a depressão", disse, em entrevista à Sky Sports.

Craig Bellamy representou o Manchester City e o Liverpool enquanto jogador, tendo marcado 15 golos pelos "cityzens" e 18 pelos "reds".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG