O Jogo ao Vivo

Futebol

Cristiano Ronaldo decisivo no triunfo do Real Madrid

Cristiano Ronaldo decisivo no triunfo do Real Madrid

O português Cristiano Ronaldo marcou, este domingo, o golo que ditou a vitória (3-2) do Real Madrid sobre o Málaga, em jogo da 13.ª jornada da liga espanhola.

Ronaldo marcou na recarga a um penálti que tinha falhado e garantiu assim um difícil triunfo do Real Madrid na receção ao "aflito" Málaga.

Depois de se ter deixado empatar por duas vezes frente ao antepenúltimo do campeonato, a equipa de Zinedine Zidane tremeu, acabando por ser o português a garantir o triunfo, que deixa os merengues provisoriamente isolados no terceiro lugar com 27 pontos, a sete do líder Barcelona e a três do Valência, que apenas jogam no domingo.

Tudo parecia bem encaminhado aos nove minutos, quando Benzema surgiu, oportuno, a atirar para a baliza deserta, depois de Cristiano Ronaldo e um defesa cabecearem, a meias, à trave.

A resposta surgiu aos 18 minutos, num lance em que o avançado uruguaio Diego Rolán beneficiou de espaço na área na zona de penálti e teve tempo para armar o remate e empatar.

Os 'merengues' também não demoraram a reagir e o ex-portista Casemiro (21) recolocou os madridistas no comando, cabeceando com sucesso entre defesas contrários.

Na etapa complementar, o também uruguaio Gonzalo Castro beneficiou de um 'frango' de Kiko Casilla (58) para voltar a empatar, tento que evidenciou a crise de confiança do campeão da Europa, sem cabeça para reagir.

Cristiano Ronaldo (76), na recarga a uma grande penalidade por si apontada e defendida pelo ex-benfiquista Roberto, acabou por garantir o difícil triunfo.

Antes, o Alavés voltou a marcar passo ao perder, em casa, por 2-1 com o Eibar, que ganha folga na fuga à despromoção, enquanto o seu adversário partilha o último lugar com o Las Palmas, que ainda não jogou.

Com o defesa-central Paulo Oliveira no 'onze' e Bebé no banco, o Eibar adiantou-se aos 33 minutos, com golo do médio Joan Jordán, beneficiando depois da expulsão do avançado colombiano Christian Santos (45).

O avançado brasileiro Charles fez o 2-0 aos 69 e foi expulso aos 83, com o golo de Burgui (90+1) a revelar-se insuficiente e tardio para a reação dos anfitriões, que continuam com seis pontos, contra 14 do adversário.