Desporto

Cristiano Ronaldo prefere "champions" e diz atravessar a sua melhor fase

Cristiano Ronaldo prefere "champions" e diz atravessar a sua melhor fase

Cristiano Ronaldo afirmou esta segunda-feira que prefere ganhar a décima "champions" do Real Madrid do que voltar a conquistar a Bola de Ouro, garantindo estar a atravessar o melhor momento da sua carreira futebolística.

Em entrevista ao diário espanhol "AS", Ronaldo tece rasgados elogios ao técnico José Mourinho e confessa preferir ganhar a Liga dos Campeões (a décima do Real Madrid), pois considera que assim terá mais possibilidades de conquistar a Bola de Ouro.

"Se me perguntares: tens aqui a 'champions' e a bola de ouro, o que preferes. Respondo-te que fico com a taça da Europa. Graças a Deus eu ganhei uma e é o máximo. Tenho o sonho de ganhar outra e poder dizer que não foi por sorte, mas sim por trabalho e devido à equipa que temos", afirmou o internacional português.

Ronaldo considera estar a atravessar o melhor momento da sua carreira, confessando que procura encontrar um equilíbrio no seu trabalho, para poder conquistar muitos títulos.

"Se pensas que sabes tudo, nunca vais ganhar nada. Há que melhorar sempre. E isso é o que eu tento fazer. Tudo o que fazia com 18, 19 anos contínuo a fazer. Por isso estou sempre a evoluir e a aprender coisas novas. A experiência dá-te estabilidade e ajuda-te a estar mais tranquilo em campo", afirmou Ronaldo que se sente "mais maduro" como jogador.

Na entrevista, Ronaldo elogia o seu compatriota José Mourinho, considerando que o treinador tem "poder, moral e títulos" e que sabe o que pensa.

"Fiquei muito contente com a sua chegada ao clube. A verdade é que com a chegada do 'mister' acalmaram um pouco as criticas que me faziam. Muita gente não gosta dele, mas ele não é hipócrita e diz o que pensa. Estou encantado com a sua chegada e espero conquistar muitos títulos com ele", frisou.

Questionado sobre os 24 golos que já marcou na Liga espanhola esta época e do que pode fazer para ultrapassar o recorde de Hugo Sanchez e Zarra, com 38 golos, Cristiano Ronaldo diz não estar obcecado com o recorde.

"Não estou obcecado com esse recorde. Quero títulos. Os recordes não me dizem nada. O que mais quero é ajudar a equipa a ganhar títulos porque o Real Madrid não pode ficar dois anos sem ganhar nada", sublinhou.

Em relação aos rumores acerca da má relação com alguns dos seus companheiros, Ronaldo desmistificou a ideia, considerando que as pessoas têm "sempre de inventar algo".

"Quando estou bem, a jogar bem e a marcar golos, as pessoas parece que têm interesse em inventar algo. Em Portugal passa-se o mesmo. Aqui disseram que tenho uma má relação com Iker (Casillas) e não sei de onde surgiu. Depois, que Iker me deu conselhos para não responder mal aos adeptos. São mentiras que me incomodam. Não se pode ganhar dinheiro dando notícias falsas", explicou.

Ronaldo garantiu que tem uma boa relação com todos, admitindo que é mais amigo de uns que de outros, mas que isso também normal: "Também acontece na escola. Estou mais próximo dos jogadores que falam português e porque alguns já conhecia da selecção. Mas dou-me bem com todos, a equipa é fenomenal".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG