Volta a Itália

Dainese vence ao sprint e Almeida perde uma posição no Giro

Dainese vence ao sprint e Almeida perde uma posição no Giro

Corredor italiano foi o mais forte numa decisão final a grande velocidade no final da 11.ª etapa da Volta Itália. O português João Almeida passou de segundo para o terceiro lugar da geral, mas continua a 12 segundos do camisola rosa Juan Pedro López.

Primeira vitória da carreira numa das três grandes provas mundiais para o italiano Alberto Dainese (DSM) numa empolgante decisão ao sprint no final da 11.ª etapa do Giro.

O corredor de 24 anos, que foi o primeiro italiano a vencer nesta edição da prova, surpreendeu os principais sprinters com uma arrancada demolidora nos últimos metros, superando por escassos centímetros Fernando Gaviria (UAE-Emirates), que parecia ter o triunfo certo.

Um pouco mais atrás das decisões ao sprint chegou o português João Almeida (UAE-Emirates), que fez o 27.º posto do dia, e caiu para terceiro geral, mas com o mesmo tempo de Richard Carapaz (INEOS), que aproveitou uma bonificação num sprint intermédio para assaltar o segundo lugar.

Almeida e Carapaz têm os mesmos 12 segundo de desvantagem para o líder da corrida, o espanhol Juan Pedro López (Trek-Segafredo), que segurou a camisola rosa chegando no grupo de frente.

Amanhã, na 12.º etapa, de 204 quilómetros entre Parma e Génova, há um aumento de dificuldades em termos de relevo, numa tirada que deve ser propícia a vitória de uma fuga.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG