Futebol

David Carmo: "Vir para o F. C. Porto foi claramente o passo certo"

David Carmo: "Vir para o F. C. Porto foi claramente o passo certo"

Defesa central confessou, em entrevista à revista Dragões, que está na casa certa para evoluir e conquistar títulos.

David Carmo transferiu-se esta temporada para o F. C. Porto e acredita que a mudança para o Dragão foi a decisão mais acertada. "Ter vindo para o F. C. Porto claramente que foi o passo certo em relação a qualquer outro que poderia ter dado. Pelo clube que é, pelos objetivos que tem e por ser um grande no país onde eu nasci", começou por dizer, em entrevista à revista Dragões.

A adaptação nos azuis e brancos tem sido "diferente. "São hábitos diferentes, cidades diferentes, caminhos diferentes para o treino. São novas rotinas, mas já deu para perceber que temos um grupo excelente, pessoas excelentes que trabalham e estão dispostas a ajudar. Estou muito feliz por estar aqui, cada vez mais".

PUB

Em relação à lesão sofrida contra o F. C. Porto, por Luis Díaz, ainda hoje o central acredita não ter sido falta. "Sempre disse isso, até a amigos próximos que possam ter pensado em vingança. Depois da lesão houve fases, quando a recuperação não estava a correr tão bem, que eu pensei: 'No meio daquilo tudo, eu é que tive de me lixar e fiquei mal no lance'".

Sobre Sérgio Conceição, David Carmo explicou que é um treinador com "aquela ideia de não facilitar nada". "Seja aqui dentro ou fora de campo, no hotel durante o estádio, na pré-época... acho que todos os momentos contam e acredito muito na filosofia dele de que a sorte dá muito trabalho. Também vivo sob esse lema e estou muito feliz por poder trabalhar com ele", acrescentou.

O defesa referiu que nota algumas diferenças para outros treinadores, destacando que no F. C. Porto "vai-se muito ao pormenor". Sobre a filosofia portista, Carmo explicou que o grupo está atrás do mesmo objetivo. "Estamos aqui todos por um só objetivo e é essa a única maneira que podemos pensar. Levamos um clube no coração, no equipamento e só temos de dar a vida por ele todos juntos".

De todos os colegas, David Carmo destacou o apoio de Diogo Costa. "Pela amizade que já tínhamos, ajudou-me muito. Não só aqui dentro, mas a procurar casa, a conhecer a cidade, tudo", disse.

Em relação aos objetivos, pretende fazer uma época regular e entrar "para ganhar" em todos os jogos, mas não esquece os ídolos passados na altura de definir uma visão para o futuro. "Quero ser tão bom ou melhor do que aqueles jogadores que eu via quando era mais novo. Estando agora na Champions, é diferente, muitos dos ídolos que sempre tive podem vir a ser meus adversários, por isso, não quero olhar para eles de maneira diferente. Quero estar ao nível deles e disputar o jogo com eles".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG