Tóquio 2020

Demite-se diretor da Cerimónia de Abertura por antissemitismo

Demite-se diretor da Cerimónia de Abertura por antissemitismo

O comediante Kentaro Kobayashi, um dos diretores artísticos da Cerimónia de Abertura dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, apresentou, esta quinta-feira, a demissão, a um dia do evento, por piadas antissemitas num espetáculo em 1998.

Kobayashi, humorista e encenador, renunciou ao cargo após terem sido trazidos à luz comentários que agora considera "inapropriados", confirmou a presidente dos Jogos, Seiko Hashimoto, em conferência de imprensa.

O novo 'escândalo' em torno dos Jogos chega a um dia da própria cerimónia, seguindo-se a vários protestos contra o envolvimento do comediante, de 48 anos, que hoje pediu desculpa pelos comentários feitos "quando era jovem".

Os organizadores discutem agora "como gerir a Cerimónia de Abertura", um processo que "deve ser imaculado", com Kobayashi a ter a seu cargo, até aqui, a supervisão geral das três secções do espetáculo, que se junta à abertura dos Jogos e à parada de nações.

Esta nem sequer é a única polémica com a sessão inaugural, já que ainda esta semana foi o compositor designado, o músico Keigo Oyamada, conhecido por Cornelius, a demitir-se, devido a um 'escândalo' com bullying que o próprio dirigiu a pessoas com deficiência.

O antigo presidente do Comité Organizador, Yoshiro Mori, abandonou o cargo após comentários sexistas, e o diretor criativo Hiroshi Sasaki renunciou, após comparar uma atriz a um porco.

A Cerimónia de Abertura de Tóquio2020 está marcada para sexta-feira, pelas 20:00 locais (12:00 de Lisboa), no Estádio Nacional, na capital nipónica.

PUB

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 vão ser disputados entre sexta-feira e 08 de agosto, após o adiamento em um ano devido à pandemia de covid-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG