O Jogo ao Vivo

Ténis

Derrota de João Sousa deixa Portugal sem representantes no Open da Austrália

Derrota de João Sousa deixa Portugal sem representantes no Open da Austrália

João Sousa, 140.º jogador mundial, foi eliminado na última ronda de qualificação para o Open da Austrália em ténis, pelo que Portugal não terá qualquer representante no quadro principal.

O 17.º cabeça de série da fase de qualificação perdeu com o moldavo Radu Albot, 123.º da hierarquia mundial e quinto pré-designado, em dois "sets", por um duplo 6-4, em uma hora e 26 minutos.

No 'court' número 5 de Melboune Park, João Sousa, 28.º jogador mundial em 16 de maio de 2016, liderou o primeiro parcial até 3-2, recuperou de um primeiro 'break' e empatou 4-4, mas voltou a ver o seu serviço quebrado e acabou derrotado por 6-4.

PUB

O moldavo voltou a 'quebrar' o jogador luso no primeiro jogo do segundo "set" e, depois venceu os seus jogos de serviço, enfrentando apenas um ponto de 'break', com 4-3, no oitavo jogo, enquanto Sousa teve de salvar quatro.

Antes, também na final da qualificação, Gastão Elias, número 217 mundial, foi igualmente afastado do quadro principal, ao perder com o cazaque Timofey Skatov, 255.º, por 6-4 e 7-6 (7-5), em uma hora e 43 minutos, no 'court' número 15.

O jogador luso, que já foi o 57.º jogador mundial, em 24 de outubro de 2016, liderou o primeiro parcial por 3-2, mas perdeu quatro dos cinco últimos jogos, e, no segundo, desperdiçou uma vantagem de 5-2 e dois "set points" com 5-3.

Nuno Borges (192.º ATP), obrigado a desistir por estar infetado pelo coronavírus responsável pela pandemia da covid-19, João Domingues (249), na primeira ronda de qualificação, e Frederico Silva (240º), nas meias-finais, também já tinham caído.

O quadro principal é, para já, liderado por Novak Djokovic, primeiro do "ranking" mundial e nove vezes vencedor (2008, 2011, 2012, 2013, 2015, 2016, 2019, 2020 e 2021), mas o sérvio, avesso à vacina contra a covid-19, ainda pode ser deportado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG