Futebol feminino

Jogadora do PSG detida lamenta "encenação de rivalidade" com colega

Jogadora do PSG detida lamenta "encenação de rivalidade" com colega

A jogadora do PSG Aminata Diallo contestou formalmente as acusações dos últimos dias, referentes à autoria moral de um ataque à colega de equipa Kheira Hamraoui.

"Aminata Diallo lamenta a encenação totalmente artificial de uma rivalidade entre ela e Kheira Hamraoui que justificasse o ataque à colega. Essa teoria não corresponde em nada à verdadeira natureza do seu relacionamento", refere o advogado de Diallo, em nota enviada à agência France-Presse.

Diallo foi detida na quarta-feira para interrogatório, por suspeita de ter contratado dois homens para agredirem Kheira Hamraoui, sua colega de equipa e de seleção, com o objetivo de garantir que seria ela a titular no jogo da Liga dos Campeões ante o Real Madrid.

Na quinta-feira, Diallo viria a ser libertada, sem qualquer acusação formulada contra ela.

Hamraoui foi vítima de um ataque na noite de 4 de novembro, quinta-feira, quando regressava, na companhia de Diallo, de um jantar organizado pelo PSG. Hamraoui foi golpeada com uma barra de ferro por dois homens, que se colocaram em fuga, segundo a procuradoria de Versalhes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG