Desporto

Diário desportivo "A Bola" coloca jornalistas em lay-off

Diário desportivo "A Bola" coloca jornalistas em lay-off

O diário desportivo "A Bola" colocou, esta segunda-feira, mais de 40 jornalistas em regime de "lay-off". Os afetados são sobretudo os profissionais que trabalham na região Norte e Centro do país e os repórteres de imagem.

Fonte próxima da redação de "A Bola" confirmou ao JN que a administração do jornal avançou com o processo de "lay-off, situação que deverá resultar da quebra acentuada de vendas e receitas, devido à pandemia do Covid-19.

Ao certo não foi possível apurar o número de funcionários colocados em "lay-off" mas sabe-se que entre o número de afetados estão mais de quatro dezenas de jornalistas.

Os elementos da redação do Norte estarão todos nesta situação, bem como os repórteres de imagem ligados à ASF, agência que assegura a fotografia para o diário desportivo.

O JN tentou contactar a direção editorial de "A Bola" mas sem êxito.

A quebra abrupta de vendas e receitas de publicidade estão a agudizar as dificuldades nos meios de comunicação social.

Esta segunda-feira ficou também a saber-se que o "Jornal Económico" vai adotar a semana de trabalho de quatro dias, por via de uma redução do horário de trabalho, de maneira a diminuir os custos operacionais.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG