O Jogo ao Vivo

Liga Europa

Dinamo Zagreb domina na Croácia e tenta surpreender na Europa

Dinamo Zagreb domina na Croácia e tenta surpreender na Europa

Dentro dos possíveis adversários nos oitavos de final da Liga Europa, o Benfica teve um dos que na teoria são considerados mais acessíveis. O Dínamo Zagreb é uma equipa que tem dominado o futebol croata no século XXI, mas nas competições europeias não tem sido capaz de grandes brilharetes.

Vencedor de 12 das últimas 13 Ligas croatas, o Dinamo Zagreb caminha a passos largos para a conquista do 20.º título de campeão, tendo nesta altura 14 pontos de vantagem sobre o Osijek, segundo classificado. Um facto que pode jogar a favor na eliminatória com o Benfica, uma vez que os encarnados estão na luta pelo título de campeão português com o F. C. Porto e o Braga.

Nenad Bjelica, de 47 anos, é o responsável por orientar o Dinamo Zagreb desde o início da época, após ter passado pelo comando técnico do Wolfsberger (Áustria), Áustria Viena (Áustria), Spezia (Itália) e Lech Poznan (Polónia). O treinador falhou o objetivo de apurar a equipa para a fase de grupos da Liga dos Campeões, mas na Liga Europa levou-a pela primeira vez aos oitavos de final.

Na qualificação para a Champions, o Dinamo Zagreb eliminou o Hapoel Beersheva (Israel) e o Astana (Cazaquistão) na segunda e terceira pré-eliminatórias, respetivamente, mas no play-off caiu aos pés do Young Boys (Suíça), tendo empatado fora 1-1 e perdido em casa por 2-1.

No entanto, na Liga Europa tem feito uma campanha interessante. Terminou o grupo D no primeiro lugar, à frente de Fenerbahce (Turquia), Spartak Trnava (Eslováquia) e Anderlecht (Bélgica), com 13 pontos, fruto de quatro vitórias e dois empates em seis jornadas. Além disso, apontou 11 golos e sofreu apenas três.

Nos 16 avos de final, o campeão croata teve pela frente o Plzen (República Checa). Na primeira mão, fora de casa, perdeu por 2-1, mas em Zagreb deu a volta à eliminatória com um triunfo por 3-0, com golos de Emir Dilaver, Bruno Petkovic e Mislav Orsic. Este último é, de resto, a figura de uma equipa sem nomes sonantes. O médio, 26 anos, é o jogador do plantel com mais jogos disputados (30) e o melhor marcador, com dez golos apontados.

Confronto histórico favorável às águias

Benfica e Dinamo Zagreb defrontaram-se três vezes nas competições europeias e o saldo é positivo para os encarnados, que venceram duas partidas e empataram uma.

Em 1980/1981, as duas formações encontraram-se na primeira ronda das Taças da Taças. Na primeira mão registou-se um empate a zero, mas na segunda partida o Benfica ganhou por 2-0. Nené e César apontaram os golos da equipa orientada por Lajos Baróti.

O confronto mais recente aconteceu em 2004/2005, referente ao grupo G da Taça UEFA. No Estádio da Luz, o Benfica, comandado por Giovanni Trapattoni, voltou a vencer por 2-0.Tomo Sokota e Simão Sabrosa foram os marcadores de serviço.

Além dos três confrontos contra o Dinamo Zagreb, o Benfica tem ainda mais dois duelos contra uma equipa croata e também nunca perdeu. Em 1994/1995, no grupo C da Liga dos Campeões, as águias empataram a zero com Hajduk Split na Croácia e venceram por 2-1 na Luz, com golos de Isaías e João Vieira Pinto.

Quanto ao Dinamo Zagreb, soma 15 jogos contra equipas portuguesas e o saldo é negativo, com oito derrotas, dois empates e apenas cinco vitórias.

Outros Artigos Recomendados