O Jogo ao Vivo

Futebol

Diogo Dalot faz uma vénia em dia de aniversário: "Pepe é de outro Mundo"

Diogo Dalot faz uma vénia em dia de aniversário: "Pepe é de outro Mundo"

Celebra esta quinta-feira 22 anos de vida e deixa-se impressionar por um colega de profissão que já tem 38. Diogo Dalot, defesa emprestado pelo Manchester United ao Milan, que hoje, em dia de aniversário, defronta a "equipa-mãe" nos oitavos de final da Liga Europa, teceu rasgados elogios ao defesa central do F. C. Porto e da seleção nacional, Pepe.

"Ele é de outro Mundo. Há poucos jogadores que chegam a essa idade e continuam por mais três ou cinco anos. É algo que vem de dentro deles, não querem parar", afirmou em entrevista ao The Athletic, prosseguindo, depois, com outro exemplo de um jogador com quem partilha atualmente o balneário do Milan.

"Há alturas em que olho para o Zlatan e pergunto como é possível que um homem com 39 anos tenha a mesma ambição de um com 20 ou 21. Ele ganhou tudo. Isso surpreende-me", acrescentou Dalot agora sobre Ibrahimovic.

Formado no F. C. Porto, Dalot também comentou o recente jogo dos dragões, frente à Juventus, que carimbou o passaporte dos campeões nacionais para os quartos de final da Liga dos Campeões.

"Não celebrava assim uma vitória do F. C. Porto há muito tempo. Foi algo fantástico. A forma como passaram foi mesmo fantástica. Estava com a minha namorada e até a minha mãe celebrou efusivamente", disse o lateral, mostrando que continua a ser adepto dos azuis e brancos. Curiosamente, o herói dessa partida em Turim, com dois golos, foi outro produto do Olival, no caso Sérgio Oliveira.

Numa entrevista em que passou toda a sua vida a pente fino, Dalot também explicou que é portista desde o berço. Aliás, nem sequer teve outra opção.

"O meu pai nem sequer permitia que lá em casa houvesse alguém que fosse de outro clube que não o F. C. Porto. Por isso, sou adepto portista desde que me lembro. Mesmo antes de jogar lá, ia imensas vezes ao Estádio do Dragão assistir aos jogos. Têm noção do que é ser adepto do F. C. Porto e poder jogar pelo clube do coração?", questionou Dalot, mostrando todo o orgulho que sente por ter cumprido esse sonho.

PUB

Ao contrário do que aconteceu no jogo da primeira mão (1-1), em Old Trafford, esta noite, em Milão, a partir das 20 horas, Dalot começa o jogo contra o Manchester United no banco de suplentes. E admite que preferia ter encontrado a equipa inglesa, para onde voltará assim que esta época termine, na final da Liga Europa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG