Ténis

Djokovik conquista torneio de Cincinnati e iguala recorde de Nadal

Djokovik conquista torneio de Cincinnati e iguala recorde de Nadal

O sérvio Novak Djokovic ganhou este sábado o Masters 1000 de Cincinnati, após derrotar na final o canadiano Milos Raonic, igualando o recorde de 35 triunfos de Rafael Nadal.

Para conquistar o quarto torneio em 2020, o líder do ranking mundial impôs o favoritismo pelos parciais de 1-6, 6-3 e 6-4, em duas horas de jogo frente ao 30.º da classificação ATP.

Djokovic continua assim invicto nos 23 jogos disputados este ano, desempenho que o ajudou a chegar ao 35.º êxito em Masters 1000, igualando o recorde de Rafael Nadal, o segundo do ranking mundial, que preferiu não estar no torneio devido à covid-19, abstendo-se igualmente de jogar o Open dos Estados Unidos que principia na próxima semana.

Apesar de recolher quase todas as apostas, Djokovic começou mal e perdeu o primeiro set por 1-6, em somente 30 minutos, quando permitiu duas quebras de serviço. Contudo, melhorar o serviço e fazer valer a competitividade e força mental ajudaram-no a dar a volta, impondo-se por naturais 6-3 e 6-4 ao canadiano, que não marcava presença numa final de um Masters 1000 há mais de quatro anos.

Esta foi a segunda vez que o sérvio conquistou o torneio, depois de o ter feito em 2018, quando bateu o suíço Roger Federer.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG