Desporto

Dragão soma e segue na Champions

Dragão soma e segue na Champions

O F. C. Porto está com um pé e meio nos oitavos de final da Liga dos Campeões, depois da vitória desta quarta-feira, por 3-2, sobre o Dínamo de Kiev. Os dragões tiveram de sofrer, mas um golo de Varela e dois de Jackson Martínez garantiram a terceira vitória em três jogos no Grupo A da Champions e o apuramento para a próxima fase até pode ser selado, dentro de 15 dias, na capital ucraniana.

O F. C. Porto entrou no jogo com confiança, a trocar bem a bola e a dominar, mas sem conseguir espaço para rematar à baliza ucraniana. E até foi o Dínamo a dar o primeiro sinal de perigo, num canto direto de Miguel Veloso, valendo a atenção de Helton.

Mas tudo mudou ao minuto 15. Lucho González fugiu pela direita, aguentou a pressão de um defesa e cruzou para o centro da área onde surgiu Varela a fuzilar Shovkovskiy com um remate ao ângulo. Estava feito o 1-0, estaria feito o mais difícil pensavam os adeptos portistas que, cinco minutos depois, reclamaram, com razão, uma grande penalidade por falta sobre Danilo.

O árbitro mandou seguir e, na resposta, um grande remate de Miguel Veloso ofereceu a Helton uma extraordinária defesa para canto, do qual nasceu o empate. O guarda-redes e a defesa portista foram apanhados a dormir e Gusev, com apenas 1.79m de altura e em plena pequena área, a cabecear para o 1-1.

O golo abalou um pouco a confiança da equipa portuguesa, mas, do nada, surgiu o génio de James Rodríguez que, aos 36 minutos, assistiu Jackson Martínez e permitiu ao avançado colombiano assinar o seu primeiro golo na Liga dos Campeões.

A segunda parte trouxe um jogo bem mais equilibrado e o F. C. Porto até poderia ter evitado mais problemas, mas o remate de Jackson, aos 53 minutos, saiu ligeiramente ao lado do alvo. Respondeu o Dínamo, com um lance muito confuso a deixar Ideye na cara de Helton, mas o guarda-redes portista fez uma grande defesa.

No entanto, aos 72 minutos, e num lance com os mesmos protagonistas a história foi diferente. Yarmolenko isolou, com um passe genial, Ideye e o avançado nigeriano atirou, em força, para o 2-2.

A angústia dos dragões só durou seis minutos: Danilo lançou Lucho na direita, El Comandante tirou um cruzamento perfeito, entre o guarda-redes e os defesas, e Jackson só teve mesmo de encostar para o 3-2 final. Os dragões estão quase, quase nos oitavos de final da Champions.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG