Andebol

Dragões denunciam ambiente de intimidação no jogo com o Sporting

Dragões denunciam ambiente de intimidação no jogo com o Sporting

O F. C. Porto enviou uma carta à Federação de Andebol de Portugal (FAP) a queixar-se de "cenas lamentáveis de intimidação e de comportamentos antidesportivos", como "o arremesso de objetos", no jogo de sábado com o Sporting.

"Como é do V/conhecimento, tem sido habitual por parte da equipa visitada e seus dirigentes receber e interagir com os demais agentes desportivos em jogos com o F. C. Porto de uma maneira absolutamente inaceitável e o passado sábado não foi exceção a esta já "máxima" do Sporting CP. Tal postura não só condicionou o ambiente como poluiu a postura dos espetadores no recinto. Voltaram a repetir-se cenas lamentáveis de intimidação e de comportamentos antidesportivos que levaram a constantes interrupções de jogo em resultado de arremesso sistemático de objetos em direção aos jogadores do F. C. Porto", pode ler-se na carta dirigida à FAP, que foi publicada no site oficial dos azuis e brancos.

Os dragões consideram que tal comportamento, que "tem sido habitual por parte da equipa visitada e seus dirigentes", "não só condicionou o ambiente como poluiu a postura dos espetadores".

"Num claro atentado à integridade física dos atletas, particularmente na zona de baliza defendida pelo F. C. Porto, o recinto de jogo foi constantemente molhado com líquidos enviados das bancadas", o que levou a várias interrupções, referem os portistas na missiva enviada à federação.

O F. C. Porto relaciona ainda uma série de alegados erros de arbitragem "ao ambiente criado e às pressões constantes" no decorrer do jogo de sábado, dia 7, no Pavilhão João Rocha, em Lisboa, que os dragões venceram por 29-28.

Os portistas, para além das referidas manobras de intimidação, acusam ainda os responsáveis técnicos dos leões de, durante um "time out", pedirem aos seus jogadores para teatralizarem nos lances, para daí tirarem dividendos.

Perante estas incidências verificadas no clássico, o F. C. Porto requer à FAP "que se façam todas as diligências, em matéria de arbitragem, disciplina e organização de jogos, por forma a punir severamente os comportamentos expostos".

PUB

Os azuis e brancos são os líderes isolados da 1.ª Divisão Nacional, com três pontos de vantagem sobre Sporting e Benfica, segundo e terceiro classificados, respetivamente, quando faltam disputar quatro rondas da competição.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG