Desporto

Dragões festejam o 26.º título

Dragões festejam o 26.º título

O empate do Benfica em Vila do Conde antecipou o bicampeonato do F. C. Porto. Numa época difícil, em que o título chegou a parecer uma miragem, os adeptos dos dragões não perderam tempo para festejar.

Pinto da Costa tinha dito este sábado, após o jogo com o Marítimo, que preferia festejar em campo, mas foi no sofá que o F. C. Porto carimbou a conquista do 26.o campeonato nacional. Mal terminou o Rio Ave-Benfica (2-2), os adeptos dos dragões saíram às ruas para comemorar, fazendo-se ouvir um pouco por todo o país, com carros a apitar e os habituais gritos de "campeões".

Na cidade do Porto, mesmo sem a enchente de outros anos, como a que se verificou na época passada no dia em que a equipa portista regressou a casa após a vitória na final da Liga Europa, a Avenida dos Aliados ficou bem preenchida, mas foi à Alameda das Antas que milhares de portistas se deslocaram para celebrar, à procura de ver os ídolos mais de perto.

A grande festa está marcada para o jogo do próximo fim de semana com o Sporting, mas bicampeões nacionais não perderam a oportunidade de subir à varanda do Dragão para fazer a festa com os fãs. Sapunaru, um dos mais efusivos, deu o mote para os cânticos, sendo seguido por todos os jogadores.

Pinto da Costa chegou mais tarde e teve de passar pelo meio da multidão, vitoriado pelos adeptos em delírio. O dirigente chegou à varanda a tempo de se juntar à festa e de receber um abraço do treinador Vítor Pereira. "Dedico o título a este grande presidente. Sinto que este é o meu destino, o meu clube, e quero dar-lhe muitos mais títulos. Não consigo explicar o que se sinto, mas há muito F. C. Porto aqui dentro", afirmou o técnico.