Futebol

Egito de Carlos Queiroz perde na estreia

Egito de Carlos Queiroz perde na estreia

O Egito, treinado pelo português Carlos Queiroz, estreou-se esta terça-feira, na Taça das Nações Africanas (CAN), com uma derrota, por 1-0, frente à Nigéria, no primeiro grande duelo da competição que decorre nos Camarões.

O desafio entre dois candidatos ao triunfo, e que, juntos, somam 10 títulos em 32 edições, resultou no triunfo das "super-águias", que vão ser treinadas pelo português José Peseiro após esta competição.

Na primeira parte, o Egito sentiu muitas dificuldades ofensivas, ao contrário da Nigéria que, com o lateral-esquerdo portista Zaidu a titular, no flanco mais ativo da sua seleção, marcou um golo, dando expressão à sua maior ousadia.

O único tento do encontro aconteceu aos 30 minutos, em lance de insistência no qual Kelechi Iheanacho, avançado dos ingleses do Leicester, em zona frontal já dentro da área, dominou a bola com a coxa e virou-se para forte remate com o pé esquerdo, atirando ao ângulo direito, indefensável.

Apesar da maior posse de bola do adversário, a Nigéria foi sempre mais objetiva e perigosa, começando a etapa complementar com um cabeceamento à trave, de Taiwo Awoniyi, aos 48 minutos.

A melhor situação para o Egito surgiu aos 71 minutos, em lance rápido de Mohamed Salah que só não resultou em golo porque Maduka Okoye fez uma defesa vistosa.

O Egito é a seleção mais bem-sucedida na Taça das Nações Africanas, com sete títulos em 32 edições, apesar de não ganhar desde 2010, enquanto a Nigéria é quarta no ranking, com três êxitos, o derradeiro em 2013: os Camarões contabilizam cinco troféus e o Gana quatro.

PUB

A 33.ª edição da competição principiou domingo e decorre até 6 de fevereiro, depois de ter sido adiada devido à pandemia da covid-19.

A Argélia é o atual detentor do título.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG