Sporting

Eleições no Sporting agendadas para 23 de março

Eleições no Sporting agendadas para 23 de março

Está confirmado. Godinho Lopes não cumpre o mandato de presidente do Sporting até ao fim. Eduardo Barroso, presidente da Mesa da Assembleia-Geral confirmou, hoje, a demissão de todos os órgãos sociais. A decisão tem efeito a partir de dia 6 e ficaram agendadas eleições para 23 de março.

Ao cabo de uma hora de plenário dos órgãos sociais, Barroso dirigiu-se aos jornalistas para ler um comunicado e confirmou a queda do Conselho Diretivo, da Mesa da Assembleia-Geral e do Conselho Fiscal e Disciplinar, com efeito a partir de dia 6 de fevereiro.

Foi também avançado que os atuais dirigentes vão manter-se em funções até à data das novas eleições, a 23 de março. Godinho Lopes, recorde-se, foi eleito presidente no dia 27 do mesmo mês, em 2011. Não chega, assim, a dois anos de mandato. O ato eleitoral, refira-se, esteve repleto de polémica, devido a incongruências na contagem dos votos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG