Rali de Portugal

Elfyn Evans conquista Lousada e fecha o dia no topo

Elfyn Evans conquista Lousada e fecha o dia no topo

O galês Elfyn Evans lidera o Rali de Portugal de 2022, após vencer quatro das oito especiais desta sexta-feira, terminando com 13,6 segundos de vantagem sobre Kalle Rovanpera que, apesar de abrir a estrada, minimizou as perdas e está na luta por um eventual terceiro triunfo em quatro provas do Mundial WRC deste ano.

Evans atacou com tudo na primeira especial do dia, na Lousã, e aproveitou o ritmo para triunfar também em Góis, antes de perder a liderança da geral para Sébastien Loeb, que foi o mais rápido na primeira passagem pelo troço de Arganil.

No entanto, o nove vezes campeão do Mundo acabaria por bater no arranque de Lousã 2 e, apesar de poder voltar à competição este sábado, já não tem qualquer hipótese de discutir o triunfo final. O mesmo se aplica a Sébastien Ogier que, após vencer no troço em que o compatriota se despistou, teve dois furos consecutivos e, sem mais pneus suplentes, perdeu a chance de desempatar com Markku Álen no lote de pilotos com mais triunfos (cinco) na história do Rali de Portugal.

Evans e Rovanpera dividiram as especiais seguintes antes do duelo final na Superespecial de Lousada. Os 3,36 quilómetros não davam para fazer grandes diferenças, mas o galês da Toyota fez questão de fechar o dia com chave de ouro, o que lhe permite encarar a etapa deste sábado com 13,6 segundos de vantagem sobre Rovanpera e 49,6 sobre o japonês Takamoto Katsuta.

Destaque, ainda, para o tempo perdido por Ott Tanak, que sofreu dois furos nas especiais da tarde e parte para o segundo dia completo de Rali de Portugal a uns distantes 3.38,4 minutos da liderança.

PUB

O programa deste sábado leva o Rali de Portugal a Vieira do Minho, Cabeceiras de Basto e Amarante - duas passagens por cada um dos troços -, com o dia a terminar com a Superespecial do Porto, na zona da Foz.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG