O Jogo ao Vivo

F. C. Porto - Moreirense

Embalo da Champions trouxe goleada ao Dragão

Embalo da Champions trouxe goleada ao Dragão

F. C. Porto arrasa Moreirense com uma segunda parte de qualidade. Taremi e Luis Díaz bisaram, num jogo em que Fábio Vieira fez três assistências.

Os bons sinais que o F. C. Porto deu em Madrid tiveram continuidade no campeonato e os dragões voltaram às vitórias com uma goleada ao Moreirense, num jogo em que a equipa de Sérgio Conceição apresentou várias novidades e fez uma exibição de bom nível, sobretudo na segunda parte, durante a qual demoliu por completo um adversário que lhe deu bastante que fazer até ao intervalo.

Taremi e Díaz, ambos com dois golos, e Pepê, em estreia a marcar, construíram um resultado robusto, capaz de alegrar a plateia portista e de convencer Conceição de que, desta vez, não havia razões para preocupação com um eventual desleixo da equipa azul e branca no regresso à terra, após o brilho das luzes da Champions.

Ainda sem vitórias na Liga, o Moreirense resistiu à moda dos três centrais e apresentou-se no Dragão de forma atrevida. Na primeira parte, a equipa de João Henriques equilibrou a partida e criou alguns calafrios ao aniversariante Diogo Costa. Com Wendell pela primeira vez titular na lateral esquerda, Marcano em vez de Pepe, Vitinha no meio-campo e Fábio Vieira no apoio a Taremi (Toni Martínez cumpriu castigo), o F. C. Porto demorou a entrar no jogo e foi só à meia-hora que chegou ao golo, num penálti sofrido e convertido pelo avançado iraniano.

Desbloqueado o marcador, os dragões tiveram mais espaços para aproveitar e o segundo tempo foi um fartote, com os cónegos muito subidos à procura de marcar e a abrirem auto-estradas atrás que os portistas souberam explorar, sobretudo por Luis Díaz, cuja velocidade continua a fazer estragos semana após semana.

PUB

O internacional colombiano fez o 2-0 e o 3-0 de forma muito parecida, ambos com assistências de Fábio Vieira, sendo que o primeiro surgiu na sequência de uma desatenção de Pasinato numa reposição de bola. O guarda-redes brasileiro voltou a não ficar bem na fotografia do 4-0, ao defender para a frente um disparo de Vitinha, permitindo uma recarga artística de Taremi. Menos de 20 minutos depois de ter feito o 2-0, o F. C. Porto fechou o resultado com o primeiro golo de Pepê, que entrara para o lugar de Díaz, novamente a passe de Fábio Vieira. O médio podia ter marcado antes, mas estava mais inspirado na hora de servir os companheiros.

Sinal mais: Fábio Vieira nem começou bem, mas depois brilhou nas assistências. Díaz e Taremi insaciáveis na busca do golo. Vitinha teve muito critério no miolo

Sinal menos: Pasinato comprometeu em dois dos golos sofridos pelo Moreirense. Os cónegos perderam-se na segunda parte e as substituições não resultaram

Árbitro: Paulinho fez falta sobre Taremi na jogada do penálti. Dúvidas num lance entre Abdu Conté e Marcano, na área dos visitantes, aos 74 minutos

Veja o resumo do jogo:

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG