Acidente

Encontrado um corpo no avião que transportava Sala

Encontrado um corpo no avião que transportava Sala

A Agência Britânica de Investigação a Acidentes Aéreos (AAIB) revelou, na segunda-feira, que foi encontrado um corpo entre os destroços do avião em que viajava o futebolista argentino Emiliano Sala, detetados no domingo no fundo do canal da Mancha.

"É visível um ocupante entre os destroços. A AAIB está a avaliar os próximos passos, em articulação com as famílias do piloto e do passageiro, e com a polícia", refere a agência responsável pela investigação ao acidente.

As buscas subaquáticas para tentar encontrar o avião privado em que seguia Emiliano Sala começaram no domingo de manhã, dia em que foram descobertos destroços da aeronave, tendo hoje sido possível identificar um corpo, através do sistema de vídeo de um veículo operado remotamente.

A AAIB, que já divulgou imagens do avião depositado no fundo do mar, a norte de Guernsey, explica que é possível "ver o lado esquerdo traseiro da fuselagem e parte da identificação de registo da aeronave", um monomotor Piper PA-46-310P Malibu.

O avião desapareceu dos radares em 21 de janeiro, pelas 20:00, quando o futebolista argentino e o piloto David Ibbotson seguiam viagem de Nantes para Cardiff, onde o jogador era esperado no dia seguinte para treinar no seu novo clube.

Sala, de 28 anos, tinha sido contratado pelo Cardiff ao Nantes, por 17 milhões de euros, e preparava-se para representar os galeses na primeira liga inglesa de futebol.

O avançado, que iniciou a carreira nos portugueses do FC Crato e representou também o Bordéus, o Orleáns, o Chamois Niortais e o Caen, tinha-se encarregado de marcar o voo, recusando a oferta de transporte oferecida pelo clube galês.