Futebol

Entregava frigoríficos e agora marca na Champions

Entregava frigoríficos e agora marca na Champions

Há bem pouco tempo Júnior Messias jogava futebol amador e tinha um segundo emprego para ajudar a pagar as contas. De degrau em degrau, conseguiu marcar, esta quarta-feira, num jogo da Liga dos Campeões.

Persistência, superação e talento são palavras que ajudam a definir a vida de Júnior Messias. O avançado brasileiro marcou na quarta-feira o único golo do AC Milan na deslocação ao Atlético de Madrid, relançando as contas do grupo B, onde se inclui o F. C. Porto.

Formado no Cruzeiro, saiu do Brasil com o irmão em 2011 para procurar em Itália uma vida melhor. Começou por trabalhar numa transportadora, onde entregava frigoríficos e outros eletrodomésticos, enquanto jogava no futebol amador, de forma a conseguir pagar as contas e praticar desporto. Foi subindo no futebol e há três anos representava o Gozzano, na quarta divisão italiana.

Em 2019/2020 foi transferido para o Crotone, então na segunda divisão e subiu na época seguinte à Serie A com a equipa da região de Calábria. Após uma temporada onde marcou nove golos e fez quatro assistências, chamou à atenção do AC Milan, clube histórico de Itália, que pagou 2,6 milhões de euros pelo empréstimo do avançado.

"Comecei a trabalhar e construir uma família, tudo aconteceu naturalmente. Comecei a jogar futebol em 2015 e subi a escada degrau a degrau", disse após o encontro frente ao Atlético de Madrid.

Em dez anos, passou de entregar frigoríficos para os grandes palcos na Liga dos Campeões, num percurso verdadeiramente inspirador.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG