Exclusivo

Época de afirmação de Diogo Costa até ao topo da Europa

Época de afirmação de Diogo Costa até ao topo da Europa

Guarda-redes portista teve ano de sonho e foi o segundo menos batido das dez melhores ligas europeias, atrás de Maignan, do AC Milan.

Foi uma época de luxo para Diogo Costa. O internacional português, de 22 anos, assumiu a titularidade na baliza portista, com a difícil missão de relegar Marchesín para o banco de suplentes, justificou-a com exibições muito consistentes ao longo de todo o ano e terminou a temporada de clubes como o segundo guarda-redes menos batido das dez melhores ligas europeias, com apenas 22 golos sofridos em 33 jogos realizados.

Numa contabilidade que inclui apenas os guarda-redes que fizeram mais de 30 jogos ao serviço das respetivas equipas, Diogo Costa só foi superado pelo francês Maignan, do AC Milan, que sofreu 21 golos em 32 partidas da Série A. O top-ten da Europa ficou completo com Adán (Sporting, 23 golos sofridos), Alisson (Liverpool, 24), Bono (Sevilla, 24), Ospina (Nápoles, 25), Ederson (Manchester City, 26), Matheus (Braga, 28), Rulli (Villarreal, 28) e Courtois (Real Madrid, 29).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG