Açores

Equipa do Sporting vaiada na chegada ao hotel: "Alcochete sempre!"

Equipa do Sporting vaiada na chegada ao hotel: "Alcochete sempre!"

A comitiva do Sporting foi vaiada à chegada ao hotel em Ponta Delgada, nos Açores. "Alcochete sempre!", gritaram dezenas de adeptos.

O Sporting chegou ao hotel de Ponta Delgada, nos Açores, às 22 horas - hora de Portugal continental - mas não teve a melhor das receções.

À espera da comitiva estavam cerca de 30 adeptos leoninos que insultaram a equipa e gritaram em uníssono: "Alcochete sempre!", em alusão à invasão à Academia, em maio de 2018, entre outras mensagens: "Não jogam um c... e nós estamos cá sempre". Outro dos visados foi o presidente Frederico Varandas, que só esta segunda-feira se junta à equipa, como estava previsto.

A recordação do ataque a Alcochete sucedeu na semana em que os jogadores foram ouvidos em tribunal para relatarem o que aconteceu, o que ainda atribui mais gravidade ao episódio ocorrido nos Açores. Face à contestação, os responsáveis do Sporting pediram reforço policial junto do hotel.

A equipa de Alvalade defronta, na segunda-feira, o Santa Clara nos Açores na 14.ª jornada da Liga. O pontapé de saída está marcado para as 19 horas.

Logo após o incidente nos Açores, os leões reagiram em comunicado: "O Sporting Clube de Portugal repudia mais um ataque feito à sua equipa de futebol profissional, hoje nos Açores, em linha com outros ataques feitos desde o início da época. Cânticos de "Alcochete sempre", com gente outra vez de cara tapada, depois de vários atletas terem ido depor a tribunal e quando outros ainda terão de ir a tribunal é uma vergonha e uma manobra de coação".

Antes do jogo, o treinador Silas sublinhou que acredita na luta pelo título: "A nossa temporada não está acabada. Quem acha que a Liga está decidida, se calhar está muito distraído".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG