Património Nacional

Fazer história sem sorrir para a foto

Fazer história sem sorrir para a foto

"Acho que só percebi realmente que ia fazer o sexto lugar na penúltima etapa. Porque até lá era tanta intensidade, tanta dureza, que bastava ter um dia mau e perdia-se tudo".

José Azevedo não o teve. E assim conseguiu acabar a primeira Volta a França que correu no sexto lugar. A história está bem guardada nesta bicicleta. "Foi com ela que corri o meu primeiro Tour [em 2002]. E o meu sonho sempre foi correr a Volta à França", orgulha-se, ressalvando que o principal objetivo nessa prova era ajudar o líder da Once, o espanhol Beloki.

Mas a narrativa do sucesso também teve momentos pouco... fotogénicos. "Numa das etapas, parti um dente, por causa de uma pedra que saltou. No fim, fui a correr para o dentista, mas, como a solução era retirar o dente, tive de fazer o resto da corrida sem dente. E lembrar-me que não podia abrir muito a boca", conta, divertido.

Dois anos depois, fez ainda melhor: acabou no quinto lugar da geral. Mas a história de sucesso do atual diretor-geral da Katusha Alpecin está longe de se resumir ao Tour. "Fui quinto classificado no Giro, quarto na Dauphiné-Liberé, segundo na Volta a Alemanha, quinto no Flèche-Wallonne", aponta, num rápido exercício de memória.

Nada teria sido possível sem... "Uma vitória na etapa rainha da Volta às Astúrias, em 2000. Acho que foi isso que despertou o interesse dos responsáveis da Once e me abriu as portas a nível internacional".

Passe Curto
Nome: José Bento de Carvalho Azevedo
Naturalidade: Vila do Conde
Idade: 44 anos (19/09/1973)
Clubes que representou: Boavista, Maia, Once, US Postal, Discovery Channel, Benfica
Principais títulos: três vezes campeão nacional de contrarrelógio, um Grande Prémio JN, uma Volta a Portugal do Futuro, um Grande Prémio Joaquim Agostinho