Premium

Futebolistas que perderam o brilho em Portugal e o reencontraram noutras paragens

Futebolistas que perderam o brilho em Portugal e o reencontraram noutras paragens

Quintero e Jovic são os mais recentes casos de estrangeiros que não vingaram no F. C. Porto e Benfica.

Chegaram como grandes promessas e ambos se ficaram por aí. No futuro, quando se falar das passagens de Juan Quintero e Luka Jovic pelo futebol português, não haverá muito mais a acrescentar, principalmente no caso do avançado sérvio que chegou ao Benfica em 2015 e só fez quatro jogos pela equipa principal. O médio colombiano fez muitos mais e até marcou sete golos nas duas épocas que andou de azul e branco, mas também ele saiu pela porta pequena do Dragão. Emprestados. Hoje, depois de não vingarem em Portugal, brilham lá fora e são decisivos nas respetivas equipas. Nos últimos dez anos, não são a regra. Nem a exceção.

É no River Plate e no Eintracht Frankfurt, respetivamente, que Quintero, 25 anos, e Jovic, 20, estão a mostrar aquilo que lhes adivinhavam quando foram contratados por F. C. Porto e Benfica. Depois de se destacar no Mundial da Rússia, o médio colombiano, que também já esteve cedido ao Rennes e ao Independiente Medellín, decidiu a final que valeu ao River a conquista da Libertadores no duelo com o Boca Juniors. Já o ex-benfiquista é o melhor marcador da Bundesliga e o goleador do Frankfurt.

ver mais vídeos