O Jogo ao Vivo

Premium

Nuno Ribeiro: "Em breve podemos estar na Volta a Espanha"

Nuno Ribeiro: "Em breve podemos estar na Volta a Espanha"

Numa das mais renhidas edições de sempre da Volta a Portugal, a formação azul e branca manteve a hegemonia dos últimos anos sob a liderança de Nuno Ribeiro, que, mesmo sem um dos principais trunfos da equipa - o espanhol Raúl Alarcón não defendeu, devido a lesão, os títulos conquistados em 2017 e 2018 -, moldou João Rodrigues para a vitória final, antecipando-o como um dos grandes valores do ciclismo nacional.

Depois de vencer cinco vezes consecutivas a Volta a Portugal como diretor desportivo, continua a saborear o triunfo da mesma forma?
Todas as vitórias têm o seu significado e vencer esta edição da Volta também deu muito prazer. A mais difícil foi a primeira, porque depois, felizmente, temos conseguido manter um grupo que se complementa, com elementos mais experientes e outros mais jovens, que dão garantias e vão aprendendo para quando chegar a hora da verdade estarem prontos, tal como aconteceu este ano com o João Rodrigues, que fez a diferença.

Com foi gerir a ausência do Raúl Alarcón devido à lesão?
Foi um processo difícil, porque era o vencedor das duas últimas edições. Pela lesão que teve na queda, semanas antes, sabíamos que era muito difícil ele estar numa boa forma na Volta a Portugal e tivemos de direcionar os nossos objetivos para outros ciclistas, de fazer uma gestão completamente diferente do que estava antes planeado.