Exclusivo

João Henriques: "Mágoa por não me deixarem acabar o trabalho"

João Henriques: "Mágoa por não me deixarem acabar o trabalho"

O treinador João Henriques recebeu o JN em Tomar, a sua cidade natal, e falou sobre os últimos degraus da carreira, em especial as passagens no V. Guimarães e no Moreirense. Avaliou, também, o momento dos três grandes e da seleção portuguesa.

Após duas excelentes temporadas no Santa Clara, foi despedido do V. Guimarães e do Moreirense. O que correu mal?

No Santa Clara, os resultados falaram por si. No Vitória, não considero que tenha corrido mal, até porque fizemos uma primeira volta de 32 pontos, quase um recorde no clube. A seguir, houve um conjunto de resultados que não correram tão bem, mas a equipa estava dentro do seu objetivo, que era o de entrar na Liga Conferência. Quando saí, estávamos no sexto lugar, mas não nos deixaram terminar o trabalho. Aconteceu o mesmo no Moreirense. Estava a praticar um futebol de qualidade, mais cedo ou mais tarde os resultados iriam aparecer e a última semana do nosso trabalho coincide com termos eliminado o Vitória na Taça de Portugal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG