Premium

João Pedro Sousa: "Temos tudo para atingir a dimensão europeia"

João Pedro Sousa: "Temos tudo para atingir a dimensão europeia"

João Pedro Sousa tem feito um percurso ascendente como treinador, primeiro como adjunto de Marco Silva e esta época, pela primeira vez, a solo, comandando o surpreendente Famalicão, que chegou a liderar a Liga. O treinador de 48 anos, admirador de Sérgio Conceição e Bruno Lage, partilhou com o JN os segredos de sucesso e não escondeu as ambições de levar a equipa a um patamar europeu.

O que faltou para ter tido uma carreira mais mediática como jogador?
Qualidade [risos], pois vontade tinha muita. Ainda assim, fiz pela vida e consegui jogar na 1.ª Divisão em três clubes diferentes e cheguei a ganhar títulos em divisões inferiores. Apesar de ter sido um jogador medíocre, tenho muito orgulho no que fiz.

Percebeu cedo que a melhor via para continuar no futebol seria como treinador?
Percebi cedo, mas de forma diferente. Já nessa altura tentava entender qual seria o melhor caminho para os jogadores evoluírem. Fui estudando, lendo, procurando opiniões, até começar a treinar e frequentar os cursos e trocar impressões com outros técnicos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG