Exclusivo

Vírus trava evolução dos jovens jogadores

Vírus trava evolução dos jovens jogadores

Clubes entendem que treinar, com limitações, sem competir prejudica o desenvolvimento dos jovens jogadores. Só o Benfica relativiza a questão.

É mais uma das intermináveis consequências da pandemia. O futebol de formação em Portugal, ao contrário do que já acontece em países como França, Inglaterra e Itália, continua limitado a treinos individuais, com proibição de competições entre as equipas. Depois de, na época anterior, terem sido interrompidos em março, os campeonatos dos escalões jovens continuam parados. Quase oito meses depois, não há solução à vista, por muito que os clubes tenham reuniões frequentes com o Diretor Técnico Nacional, José Couceiro, cuja vontade de resolver a situação é, ao que apurámos, a melhor possível. O agravamento da crise sanitária não está a permitir que o cenário em Portugal continental mude (na Madeira e nos Açores a realidade já é diferente) e outubro, apontado como provável para o regresso das competições, vai acabar sem que os jovens futebolistas possam fazer o que mais gostam.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG