Futebol

Estádio do Dragão não vai receber Supertaça Europeia, como estava previsto

Estádio do Dragão não vai receber Supertaça Europeia, como estava previsto

A Supertaça Europeia de futebol vai ser disputada em Budapeste, a 24 de setembro, em detrimento do Estádio do Dragão, no Porto, anunciou esta quarta-feira a UEFA.

O embate entre o vencedor das edições de 2019/20 da Liga dos Campeões e da Liga Europa estava marcado para o recinto 'azul e branco' em 12 de agosto, tendo sido adiado, devido ao prolongamento da temporada devido à pandemia de covid-19, e remarcado para a capital da Hungria.

Esta alteração do palco do jogo foi anunciada esta quarta-feira após uma reunião do Comité Executivo da UEFA, sobre a recalendarização das competições europeias face à pandemia provocada pelo coronavírus, que decidiu atribuir a Lisboa a organização de uma inédita final a oito da Liga dos Campeões.

A UEFA decidiu que as próximas edições vão ser disputadas nos locais previstos, casos de Belfast, em 2021, Helsínquia, em 2022, e Kazan, na Rússia, em 2023.

O Estádio do Dragão, tal como o Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, foi apontado como possível anfitrião de jogos da segunda mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões, em 7 e 8 de agosto, caso não sejam disputados nos recintos dos clubes.

Manchester City-Real Madrid, Juventus-Lyon, FC Barcelona-Nápoles e Bayern Munique-Chelsea são os jogos que faltam disputar desta fase, enquanto Atlético de Madrid, Atalanta, Leipzig e Paris Saint-Germain já estão qualificados para os 'quartos'.

Outras Notícias