O Jogo ao Vivo

Futebol

Estes jogadores também passaram por Sporting e Benfica. Lembra-se deles?

Estes jogadores também passaram por Sporting e Benfica. Lembra-se deles?

Desde a fundação que Sporting e Benfica mantêm uma forte rivalidade. Por norma, é mediático quando um jogador troca de lado da segunda circular e estes casos não foram exceção. Na sequência da transferência de João Mário para as águias, recordamos atletas que vestiram as duas camisolas.

João Vieira Pinto

Uma das grandes figuras do futebol português. Formado no Boavista, jogou no Benfica durante oito anos e, apesar da primeira época não ter sido a melhor devido a lesão, a temporada seguinte fez os benfiquistas apaixonarem-se pelo "Menino de ouro". Marcou um hat-trick na vitória por 6-3 frente ao Sporting, em Alvalade, e ao longo dos anos 90 transformou-se numa das maiores figuras da história das águias. Mas após a eleição de João Vale e Azevedo, foi visto pelo presidente como alguém relacionado com anterior direção e foi dispensado. Depois do Euro 2000, assinou pelo rival Sporting e na segunda época de leão ao peito formou uma parceria goleadora com Mário Jardel, tendo conquistado o campeonato.

Simão Sabrosa

Talvez a transferência mais polémica. Simão foi formado no Sporting e atuou na equipa principal durante três temporadas. Depois de dois anos no Barcelona com pouco sucesso, regressou a Portugal para representar o rival Benfica, algo que motivou o descontentamento dos adeptos leoninos. Jogou nas águias por seis épocas e conquistou um campeonato, uma Taça de Portugal e uma Supertaça, afirmando-se como uma das maiores figuras do Benfica.

PUB

Paulo Sousa e Pacheco

Os dois atletas do Benfica provocaram aquilo que ficou conhecido como o "Verão Quente da Luz" em 1993. Ambos representaram as águias por vários anos, no entanto, no final da época 1992/1993, reclamaram meses de salários em atrasos e transferiram-se para o eterno rival. Paulo Sousa veio a cumprir uma boa temporada no Sporting, mudando-se para a Juventus no ano seguinte, onde encantou os adeptos e foi considerado o melhor jogador estrangeiro a jogar em Itália.

André Carrillo

O extremo peruano era uma das figuras do Sporting, tendo realizado uma época muito interessante em 2014/2015. Esteve praticamente toda a temporada seguinte lesionado, e antes de 2016/2017 começar não quis renovar contrato com os leões. Ao invés, assinou pelo rival Benfica numa transferência que, na altura, fez correr muita tinta. Nas águias não teve muito protagonismo, tendo marcado apenas 3 golos. No entanto, foi campeão nacional, conquistou a Taça e Supertaça de Portugal.

Rui Jordão

Um dos grandes avançados do futebol português, Rui Jordão brilhou ao serviço da Seleção Nacional e do Sporting. O jogador foi formado no Benfica e vestiu de vermelho e branco durante cinco temporadas. Depois de uma época no Real Zaragoza, de Espanha, mudou-se para o clube leonino. Foi em Alvalade onde encontrou o maior sucesso, tendo marcado 184 golos em 282 jogos e conquistado dois campeonatos, duas Taças e uma Supertaça de Portugal.

João Pereira

O lateral direito foi formado no Benfica e passou mais de 10 anos no clube. Depois de passagens por Gil Vicente e SC Braga, mudou-se para o Sporting onde atuou por três anos. Teve passagens por Espanha e Alemanha, regressando a Alvalade em 2015/2016 para realizar uma época e meia. Na temporada passada, voltou pela terceira vez aos leões, para oferecer mais soluções a Rúben Amorim e mais experiência ao plantel. Apesar de ter feito a formação no Benfica, não esconde o seu gosto pelo Sporting. "Fui muito bem tratado no Sporting, como família. A partir desse momento, comecei a ver o Sporting como família", disse, em declarações ao jornal do clube, no início de 2021.

Carlos Martins

O criativo foi formado no Sporting, clube a que esteve vinculado na maior parte da carreira até se transferir para o Recreativo, em 2007. Cumpriu uma época no clube espanhol, regressando a Portugal no ano seguinte para representar o Benfica. Em três temporadas nas águias, conquistou três Taças da Liga e um campeonato.

Laranjeira

Outro jogador formado nos leões, clube que representou durante 10 anos. Após 200 jogos realizados de verde e branco, transferiu-se para o Benfica em 1979, onde ficou até 1982.

Fernando Mendes

Após concluir a formação no Sporting, atuou pelo clube a nível sénior durante cinco temporadas. Trocou os leões pelo rival Benfica em 1989 e em três épocas de águia ao peito conquistou um campeonato e duas Supertaças.

Jorge Jesus

Não é jogador mas vale pela menção honrosa. Treinou o Benfica durante seis anos, conquistou três campeonatos, cinco Taças da Liga, uma Supertaça e levou o clube a duas finais da Liga Europa. No final de 2014/2015, teve algumas complicações com a renovação de contrato e acabou por assinar pelo rival Sporting. Mais tarde, revelou estar a representar o clube de coração. Durante alguns anos, as "picardias" com Rui Vitória, então treinador das águias, alimentaram as conferências de imprensa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG