O Jogo ao Vivo

Giro 2021

Evenepoel agradece apoio de João Almeida

Evenepoel agradece apoio de João Almeida

O belga Remco Evenepoel (Deceuninck-QuickStep) agradeceu esta quarta-feira ao português João Almeida o apoio na 11.ª etapa da Volta a Itália, em que perdeu muito tempo, e disse manter-se confiante para o resto da corrida.

"Infelizmente, perdi dois minutos [está a 2.22 minutos do camisola rosa, o colombiano Egan Bernal, da INEOS]. Não foi o melhor dos dias para mim. Sofri muito no segundo setor [de terra batida], depois no terceiro, quando sprintaram senti as pernas vazias, por isso ia no fundo e sem conseguir seguir", contou o jovem prodígio belga, citado pela equipa.

Na etapa ganha pelo suíço Mauro Schmid (Qhubeka ASSOS), Evenepoel começou por descair do grupo de favoritos, encabeçado por um Bernal forte e que ganhou tempo a toda a concorrência.

Inicialmente, começou a tentar recuperar sozinho, antes de João Almeida se deixar ficar para trás para apoiar o colega de equipa, com quem cruzou a meta mais tarde.

"Agradeço à equipa e ao João pelo trabalho que fizeram por mim hoje, do início ao fim. Não é um bom resultado para mim, mas ainda estou em sétimo à geral, na minha estreia em grandes Voltas. Continuo confiante, ainda há muita estrada até Milão", casa da 21.ª e última etapa, acrescentou.

O diretor desportivo Klaas Lodewyck partilhou as considerações sobre a dificuldade da tirada, mas desdramatizou: "não é o fim do mundo". "Não fomos os únicos a perder tempo, foi muito difícil para muitos ciclistas. Continuamos otimistas e motivados antes da alta montanha", atirou.

Na luta pela geral, o camisola rosa Egan Bernal atacou todos os outros favoritos e reforçou o primeiro posto, agora com 45 segundos de vantagem para o russo Aleksandr Vlasov (Astana), segundo posicionado, e o italiano Damiano Caruso (Bahrain Victorious), terceiro, a 1.12 minutos.

PUB

Evenepoel é sétimo, a 2.22, enquanto João Almeida é o melhor português, no 17.º posto, a 7.04 minutos da camisola rosa que, em 2020, vestiu durante 15 dias consecutivos, antes de acabar no quarto lugar da geral.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG