Brasil

Everton atribui a falta de rendimento à mudança de posição

Everton atribui a falta de rendimento à mudança de posição

Na apresentação como jogador do Flamengo, Everton falou da passagem pelo Benfica e acredita que a posição em que era utilizado não favorecia o seu estilo de jogo. O brasileiro vai utilizar o número 19 no início da sua aventura no Fla.

O extremo brasileiro foi contratado pelo emblema brasileiro ao Benfica por 13,5 milhões de euros (mais 2,5 milhões de euros de bónus) e explicou o porquê de a passagem pela Luz não ter correspondido às expectativas, depois de as águias terem pago 20 milhões de euros ao Grémio, em 2020.

"Sempre estive habituado a jogar mais pelo lado esquerdo, mas no Benfica fiz outras posições. O treinador dirá qual a melhor posição para mim. Toda a gente sabe que eu não estava acostumado a ser médio ala e foi algo que me incomodou. Nas últimas temporadas antes do Benfica eu tinha marcado 43 golos, é muito para um extremo. Mas serviu como aprendizagem e também para poder evoluir na parte tática a nível defensivo. As últimas duas temporadas não foram boas a nível coletivo, mas isso também afeta o individual. Estou focado no Flamengo", afirmou o extremo, de 26 anos.

PUB

Quanto ao novo clube, Everton mostra-se radiante com a mudança para o Brasileirão. "Todos os jogadores sonham em vestir a camisola do Flamengo. É uma camisola muito pesada no futebol brasileiro e também na América do Sul e espero ser feliz aqui", afirmou o jogador, que só poderá estrear-se depois de 18 de julho, altura em que abre o mercado de transferências no Brasil.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG