Futebol

Everton de saída por 16 milhões de euros

Everton de saída por 16 milhões de euros

Águias e Flamengo têm princípio de acordo. SAD encaixa no imediato 13,5 a 14 milhões. Neres negociado a seguir

Everton vai continuar a carreira no Flamengo, no Brasil. O clube da Luz e o emblema do Rio de Janeiro já têm um princípio de acordo sobre o valor final da transação - 16 milhões de euros - e as negociações entre as partes fixam-se, agora, no montante inicial: entre os 13,5 e os 14 milhões de euros que impõem uma vertente variável de 2,5 ou dois milhões de euros.

A operação deve ser fechada nos próximos dias e a SAD alivia a folha salarial em cerca de cinco milhões de euros brutos anuais, numa ligação que contemplava ainda mais três temporadas. O jogador, por sua vez, tinha algumas ofertas de Espanha e Itália, mas, apesar de cumprirem a sua pretensão salarial, sabe o JN, estavam longe de chegar aos números impostos pelas águias.

PUB

Por outro lado, no plano desportivo, o Flamengo joga para vencer provas, facto que não sucedia com os interessados em Espanha e em Itália, segundo apurou o JN. Esta questão e o facto de o jogador sentir que, ao regressar ao Brasil, estará mais próximo de voltar a jogar pela seleção também contribuíram para que colocasse de lado a hipótese de continuar na Europa.

No plano global, as águias recuperam uma parte significativa do investimento de 20 milhões de euros na compra do jogador ao Grémio, em 2020. No entanto, não conseguiram valorizar um ativo importante e sobre o qual tinham muitas expectativas. Com o dossiê encaminhado, o Benfica retoma a aquisição de David Neres - extremo do Shakhtar Donetsk -, num processo que estava dependente da resolução do caso de Everton.

Ao que apurou o JN, o jogador brasileiro já sabe que as águias vão agora acelerar o dossiê e propor-lhe um contrato de cinco temporadas. Neres auferia um vencimento superior a três milhões líquidos por ano, valor já avaliado pelo clube da Luz. Desconhece-se, no entanto, se o futebolista aceitou baixar a importância ou se ela é atingível com o prolongamento do vínculo ou a inclusão de prémios.

No plano dos clubes, as águias tinham um acordo com o Shakhtar Donetsk devido ao crédito ainda existente da transferência de Pedrinho. Na altura, o brasileiro saiu da Luz a troco de 18 milhões de euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG