Futebol

Everton na convocatória do Brasil para a Copa América

Everton na convocatória do Brasil para a Copa América

O avançado Everton Cebolinha, do Benfica, integrou a convocatória do Brasil para a Copa América, com o seleciondor Tite a chamar os mesmos 24 jogadores que utilizou nos últimos jogos da fase de qualificação para o Mundial2022.

A única exceção foi a exclusão do central Rodrigo Caio, do Flamengo, que tinha sido convocado à última hora para render o lesionado Thiago Silva, do Chelsea, mas este recuperou e está apto para disputar a Copa América.

A convocatória surge um dia depois de os jogadores divulgarem um comunicado em que anunciam a disponibilidade para disputar a Copa América, apesar do descontentamento com a transferência, à última hora, da sede do torneio para o Brasil, após a desistência da Argentina e da Colômbia.

"Somos contra a organização da Copa América, mas jamais diremos não à seleção nacional", afirmaram num manifesto os jogadores e os membros do corpo técnico da seleção 'canarinha'.

Na mesma nota, dão conta de que não pretendem que sua insatisfação se transforme "num caso de natureza política" e argumentam com "razões humanitárias e pessoais" para justificar a sua rejeição à disputa do torneio no Brasil.

O presidente brasileiro Jair Bolsonaro decidiu assumir a organização do torneio, apesar de o país, um dos mais atingidos no mundo pela pandemia de coronavírus, sofrer uma crise de saúde que não dá sinais de abrandamento e que já fez cerca de 475 mil mortos e 17 milhões de infetados.

PUB

O Brasil, que integra o Grupo A, estreia-se na Copa América no próximo domingo, frente à Venezuela, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, a que se segue o Peru, a 17 de junho, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro, a Colômbia, dia 23, no mesmo 'palco', e o Equador, no dia 27, no estádio Olimpíadas de Goiânia.

No caso de alcançar a final da competição, a canarinha jogará a final da Copa América no Maracanã, o mesmo estádio onde conquistaram a edição de 2019 e se sagraram campeões olímpicos em 2016.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG