Exclusivo

F. C. Porto-Benfica: palco aos adjuntos num cenário inédito

F. C. Porto-Benfica: palco aos adjuntos num cenário inédito

Vítor Bruno já substituiu Sérgio Conceição em seis ocasiões e João de Deus fez cinco vezes de Jorge Jesus, mas um clássico sem os dois técnicos principais nos bancos é mesmo novidade.

Eis um contexto novo, ainda que já esperado há quase uma semana, num F. C. Porto-Benfica. Sem os treinadores nos bancos, castigados pelo Conselho de Disciplina da FPF em processos que vêm da época passada, serão os adjuntos a assumir os papéis principais. Vítor Bruno, de um lado, e João de Deus, do outro, terão a responsabilidade de orientar as duas equipas, em contacto indireto, mas permanente, com os respetivos líderes. Sérgio Conceição estará num camarote do Estádio do Dragão e o mesmo também poderá acontecer com Jorge Jesus, embora essa informação seja considerada confidencial pelas águias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG