SLB

F. C. Porto persegue o "tri" em Paços de Ferreira e Benfica espera o milagre

F. C. Porto persegue o "tri" em Paços de Ferreira e Benfica espera o milagre

O F. C. Porto procura no domingo aproveitar o "brinde" que lhe foi oferecido pelo Benfica e sagrar-se tricampeão português de futebol, na 30.ª e última jornada da I Liga, enquanto o rival lisboeta ainda espera por um milagre.

O Benfica, que teve o título na "mão", mas foi ultrapassado pela equipa portuense na ronda anterior, ao perder por 2-1, no Estádio do Dragão, tem menos um ponto em relação ao novo líder e só poderá sagrar-se campeão caso se imponha na receção ao Moreirense e se o F. C. Porto não vencer no estádio do Paços de Ferreira.

Apesar de estar muito motivada por ter reentrado numa corrida que já tinha dado como perdida, a tarefa da equipa "azul e branca", privada do influente médio Fernando, devido a suspensão, não se adivinha nada fácil, pois vai defrontar a equipa sensação da prova, que já tem assegurado o histórico terceiro lugar.

O facto de os pacenses terem já confirmado a qualificação para a fase preliminar da Liga dos Campeões poderá aliviar a pressão sobre o jogo e facilitar a vida aos "dragões", mas para não ficarem dependentes de um eventual deslize do Benfica precisam de vencer num recinto onde apenas uma equipa conseguiu impor-se esta época: precisamente o Benfica.

O "bis" do avançado Lima permitiu ao conjunto benfiquista ganhar por 2-1 em Paços de Ferreira, na longínqua quinta jornada, num jogo em que os anfitriões até abriram a contagem e que marcou a única derrota em casa da equipa pacense até ao momento e uma das três sofridas durante todo o campeonato.

O estado de espírito do Benfica é diametralmente oposto ao dos bicampeões. Poucos dias após a derrota no Dragão, devido a um golo sofrido aos 90+1 minutos, a equipa da Luz falhou na quarta-feira a conquista da Liga Europa, ao perder na final com os ingleses do Chelsea pelo mesmo resultado (2-1) e da mesma forma traumatizante, com um tento de Ivanovic aos 90+3.

Apesar de o Benfica defrontar uma equipa posicionada no outro extremo da classificação, no 15.º e penúltimo lugar, terá pela frente uma equipa do Moreirense que lutará com todas as forças pela manutenção, num duelo em que estão também envolvidos Vitória de Setúbal, Gil Vicente, Olhanense e o "lanterna vermelha" Beira-Mar.

Os sadinos fecham o campeonato com a receção ao Sporting de Braga, já resignado ao quarto posto e à Liga Europa da próxima época, o que deixa apenas uma vaga para a segunda prova continental de clubes, a decidir entre Estoril-Praia e Rio Ave, com vantagem para os "canarinhos", que têm mais três pontos.

Para se qualificarem pela primeira vez para uma competição europeia sem ficar dependente do resultado de terceiros, o Estoril-Praia precisa de apenas um ponto no reduto do "aflito" Gil Vicente, que está um ponto acima da linha de despromoção, enquanto aos vila-condenses só lá chegarão com o triunfo em Guimarães e a derrota dos estorlistas, sobre os quais têm vantagem no confronto direto.

O Sporting, que se desloca a Aveiro para defrontar o Beira-Mar, também poderá terminar em igualdade com Estoril-Praia e Rio Ave, mas está em desvantagem nos embates com ambos, enquanto o Vitória de Guimarães, apesar de ser igualmente um candidato à quinta posição, já assegurou a qualificação para a Liga Europa por ser um dos finalistas da Taça de Portugal.

O Olhanense recebe o tranquilo Marítimo na expectativa de manter, no mínimo, a atual 14.ª posição, a última que permite a manutenção entre os "grandes" do futebol português, ao passo que Nacional e Académica medem forças num confronto entre duas equipas sem outro objetivo que não seja os de obter a melhor classificação.