Basquetebol

F. C. Porto vence e impõe primeira derrota ao Benfica

F. C. Porto vence e impõe primeira derrota ao Benfica

O F. C. Porto venceu (88-79), este sábado, o Benfica na sexta jornada da Liga, num embate em que dominou claramente na fase inicial, mas só confirmou a vitória no derradeiro período.

Os dragões, orientados pelo técnico Moncho Lopez, tiveram uma entrada auspiciosa num Pavilhão Fidelidade despido de público, devido à pandemia de covid-19, e construíram logo a abrir um parcial de 8-0 a favor. Foi o mote para um primeiro período de sentido único, sustentado na força do jogo exterior (quatro triplos em 10 minutos), com Max Landis em destaque, e numa defesa agressiva que nunca deu espaço aos encarnados.

Ao falso arranque, o conjunto comandado por Carlos Lisboa respondeu com uma forte aceleração no segundo período, alcançando quase o triplo dos pontos do período inicial. Contudo, foi só mesmo a meio que o Benfica conseguiu reequilibrar o jogo, impulsionado por Eric Coleman e João Betinho Gomes e por uma maior rapidez na transição ofensiva, mas também por culpa do apagão do F. C. Porto, que perdeu as referências nas marcações.

Com 41-45 no marcador ao intervalo, o Benfica concretizou mesmo a aproximação ao rival logo a abrir, alcançando a igualdade no marcador a 47 pontos com 22 minutos de jogo. A reviravolta chegaria logo a seguir, ao virar para 50-47, com um triplo de Scott Lindsey, mas seria uma passagem efémera pela liderança do clássico, já que o F. C. Porto recuperou a intensidade inicial e reassumiu as rédeas do jogo.

Ato contínuo, e depois de fechar uma vez mais um período na frente (61-62), o F. C. Porto demonstrou autoridade junto das duas tabelas, voltou a anular o ataque encarnado -- onde nem o jogo exterior foi solução -- e repôs distâncias que apenas se tinham visto no arranque.

Com naturalidade, os dragões fecharam o encontro com um triunfo por 88-79 em casa do rival, impondo ao Benfica a primeira derrota no campeonato.

A nível individual brilharam Larry Gordon e Max Landis, com 26 e 25 pontos, respetivamente, pelo F. C. Porto, enquanto o mais inspirado no Benfica foi João Betinho Gomes, com 16 pontos.

PUB

O F. C. Porto soma agora quatro triunfos em quatro jogos e igualou o Benfica (quatro vitórias e uma derrota) no lote de primeiros, no qual estão também Sporting e Oliveirense, que ainda entram em ação este sábado e podem fugir no topo da Liga.

Ficha de jogo:

Jogo realizado no Pavilhão Fidelidade, em Lisboa.

Benfica -- F. C. Porto, 79-88.

Ao intervalo: 41-45.

Sob a arbitragem de Fernando Rocha, Sérgio Silva e José Abreu, as equipas alinharam e marcaram:

Benfica (79): Eric Coleman (14), João 'Betinho' Gomes (16), Scott Lindsey (14), Edmond Carter (11) e Caleb Walker (6). Jogaram ainda: Fábio Lima, Arnette Hallman (6), Rafael Lisboa (5), José Silva (3) e Cameron Jackson (4).

Treinador: Carlos Lisboa.

F. C. Porto (88): Brad Tinsley (16), Max Landis (25), Larry Gordon (26), Vladyslav Voytso (3) e Eric Anderson (12). Jogaram ainda: João Torrié (1), Pedro Pinto (5), Miguel Queiroz e Francisco Amarante.

Treinador: Moncho López.

Marcha do marcador: 11-26 (primeiro período), 41-45 (intervalo), 61-62 (terceiro período) e 79-88 (resultado final).

Assistência: Jogo realizado à porta fechada devido à pandemia da covid-19.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG